No dia em que você nasceu… Ed Sant’ana, José Carvalho e Nuno Pinto

Hoje damos os parabéns a José Carvalho e a Nuno Pinto e homenageamos Ed Sant’ana, que também seria hoje aniversariante.

Ed Sant’ana nasceu a 12 de fevereiro de 1966, na cidade de Quelimane, em Moçambique. Foi autodidacta, compositor, guitarrista, cantor e produtor, tendo iniciado o seu percurso como músico ao som de vários ídolos. Ao longo do seu percurso deixou várias obras gravadas, tendo o privilégio da participação de grandes músicos oriundos de África, Cuba, Europa e Portugal, criando uma fusão musical bastante interessante, com traços da multiculturalidade e da world music. Participou no Festival da Canção 1994, interpretando o tema Imagens de Música, com autoria de Américo Faria, na 1ª semifinal, não tendo sido finalista. No ano seguinte concorreu a dois programas de talentos, o Chuva de Estrelas, onde se destaca pela imitação de Jon Secada e depois participou também no programa Selecção Nacional, onde defendeu o tema Jardins Proibidos, de Paulo Gonzo. Não obteve o passaporte para o Festival da Canção a título individual, no entanto, foi um dos elementos do coro que acompanhou Tó Cruz no Festival da Canção, no tema Baunilha e Chocolate e que depois foi também representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1995, onde se divertiu muito com o seu enorme à-vontade. Tocou com vários grupos tendo chegado a editar um trabalho em nome próprio, intitulado Selvagem. Faleceu a 8 de maio de 2005, com apenas 39 anos, vítima de acidente de viação, deixando uma saudade enorme em todos os que com ele se cruzaram. Fica a memória dos teus temas, da sua voz e do seu sorriso sempre aberto! Até sempre Ed!

José Carvalho nasceu a 12 de fevereiro de 1959, no Alandroal. Em 1972 iniciou os seus estudos musicais nos Salesianos, em Évora e a partir daí a música tornou-se na sua vida, tendo uma carreira multifacetada. Continuou a sua formação na Academia de Música de Sacavém e mais tarde no Hot Club de Portugal, onde tem uma formação na área do jazz. Começou a sua carreira profissional em 1975, fazendo parte nesta década da banda Hobnob. Como cantor participou em vários programas televisivos e esteve por cinco vezes nos Festivais RTP, durante as décadas de 80 e 90. Como músico e produtor já trabalhou com grandes nomes nacionais como Paulo de Carvalho, Rui Veloso, Carlos Mendes, Carlos do Carmo, entre outros. Em 2004 criou a produtora Artes e Produções, que foi responsável pelo programa musical das Festas de Lisboa, pelo Carnaval de Sesimbra e por muitos outros espetáculos pelo país. Colaborou com Vitorino em homenagens a Zeca Afonso e teve vários projetos no género jazzístico nomeadamente em colaboração com André Sarbib e Miguel Braga. Editou vários trabalhos discográficos dos quais sobressaem Latino (1994), donde saiu o êxito Chá Chá em Lisboa, Coisas do Amor (1995), Está No Ar (1997) e mais recentemente Boleros (2005), onde colaborou com Filipa Pais, Vitorino e Janita Salomé. Com o Quinteto Jazz de Lisboa editou dois discos: Viragens, em 1999 e Coisas do Fado, em 2001. Atualmente vive no Alandroal, onde tem a sua produtora Todas As Artes.

Participou a primeira vez no Festival da Canção na Selecção Interna 1988, onde em conjunto com Glória interpretou o tema Até Perder a Voz. Em 1990 foi um dos elementos de palco do tema (Sempre) Há Sempre Alguém, com que Nucha venceu o Festival da Canção, representando depois o nosso país também na Eurovisão em Zagreb. Concorreu novamente no Festival da Canção 1992, na grande final, com o tema Foi Aparecida (8º lugar), com autoria de Paulo de Carvalho e no ano seguinte faz parte do grupo Até Jazz, apenas na formação da final como teclista, que defenderam Pó de Melhorar (8º lugar). Voltou a participar a solo no Festival da Canção 1994 com o tema Lisboa, Minha Linda Cidade (4º lugar) com autoria de Amadeu Diniz da Fonseca e Luís Filipe.

Nuno Miguel Pinto nasceu em Vila Real, a 12 de fevereiro de 1990. Nuno Pinto começou o seu percurso musical muito cedo e com apenas 13 anos começou a cantar em público, primeiro em bares de karaokes e depois seguiu para o Conservatório de Música. Foi também vocalista de algumas bandas de garagem. Ficou conhecido do grande público quando aos 17 anos participou na terceira edição do programa Operação Triunfo, na RTP, tendo-se classificado em 3º lugar. Ainda neste canal foi cantor residente dos programas A Minha Geração (2008), apresentado por Catarina Furtado e A Melhor Canção de Sempre (2009), dedicado ao Festival da Canção, interpretando em conjunto os temas Portugal No Coração e Amar e fazendo coros em Play Back. Participou no Festival da Canção 2010, com o tema Fogo Lentocom autoria de Américo Faria, classificando-se em 5º lugar ex-aequo. Editou um álbum nesse mesmo ano com três temas e em 2014 concorreu ao programa The Voice Portugal.

Curiosidades acerca deste dia 12 de fevereiro:

Hoje é dia de São Juliano e na Roma Antiga celebrava-se o Festival em honra de Diana, deusa da caça e dos bosques.

Em 1870, neste dia, as mulheres de Utah recebem o direito de voto, sendo este um dos primeiros territórios a conceder este direito às mulheres.

A 12 de fevereiro de 1974 é criada a Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores (DECO) e neste mesmo dia, mas em 1977 são apresentadas As Sete Canções, nome do Festival da Canção 1977.

Também neste dia, mas em 1986, os governos de França e da Inglaterra assinam em Canterbury, o Fixed Link Treaty, um tratado para a construção do túnel no Canal da Mancha.

Treze anos depois, em 1999, o presidente norte-americano Bill Clinton é absolvido das acusações de perjúrio e obstrução da justiça, durante o caso de assédio sexual contra a estagiária Monica Lewinsky.

Também estão hoje de parabéns: Abraham Lincoln, político americano (1809); Charles Darwin, biólogo inglês (1809); Franco Zeffirelli, realizador italiano (1923); Martinho da Vila, cantor e compositor brasileiro (1938); Arsenio Hall, ator e apresentador americano (1956) e Christina Ricci, atriz americana (1980).

Neste dia faleceram Immanuel Kant, filósofo prussiano (1804); Julio Cortázar, escritor argentino (1984) e José Travassos, futebolista português (2002).

Aos nossos dois aniversariantes: José Carvalho e Nuno Pinto os nossos parabéns! Que este dia seja passado com muito amor, saúde, felicidade e rodeados dos que mais amam. As maiores felicidades! A Ed Sant’ana deixamos aqui a nossa singela homenagem.

Fonte: Festivais da Canção  |  Autores: Maria Fernanda Fonseca e Miguel Meira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.