Prémios Festivais da Canção – Os melhores livros de 2016

premios_016Ao passarmos em revista o ano de 2016 não podíamos deixar de mencionar alguns livros editados por algumas figuras públicas ligadas aos Festivais da Canção e da Eurovisão. Estes livros que destacamos são obras literárias diferentes, com o cunho tão especial dos seus autores, livros que recomendamos por motivos vários mas igualmente importantes.
Estes livros estão aqui mencionados, não só por serem da autoria de figuras do FC e/ou ESC, mas também porque merecem ser mencionados pela seu interesse literário.

Ana Zanatti – O Sexo Inútil – Ana Zanatti (FC1976, FC1980, FC1986, FC1987, FC1992, ESC1989) regressou à escrita com o lançamento deste livro em fevereiro deste ano. É um testemunho pessoal e colectivo sobre o “sair do armário” nos casos de homossexualidade e de aceitar essa mesma opção. Neste livro palavras como tolerância, liberdade e igualdade são o mote. Um livro recomendado a todos os adolescentes e jovens deste país, bem como a todos os pais, amigos ou colegas de trabalho.

António Branco – Visita Guiada ao Ofício do Ator: um Método – Este livro aborda uma investigação feita por António Branco (FC1980, FC1981) acerca da autenticidade que existe na arte de ser ator, numa análise do paradigma de ensino e aprendizagem no teatro e numa reflexão acerca das suas opções metodológicas. Foi apresentado no passado dia 17 de junho na Biblioteca Álvaro de Campos, em Tavira. Veja o que dissemos sobre este livro no nosso artigo aqui.

Carlos Cruz – Uma Vida: Autobiografia  Lançado em Março deste ano, Carlos Cruz (FC1970, FC1972, FC1996) publicou a sua autobiografia, onde são contadas muitas histórias da sua vida pessoal e profissional, tudo na primeira pessoa. O lançamento deste livro deu-se a 22 de março, no Hotel Altis, em Lisboa. Leia o nosso destaque sobre este livro aqui.

Emanuel – Nascemos Para Ser Felizes  Este é o título da biografia do grande cantor, autor, compositor e produtor Emanuel (FC1991, FC/ESC2007, FC/ESC2014), escrita por Elizabete Agostinho, cujo lançamento se deu no passado dia 18 de outubro, na FNAC do Centro Comercial Colombo, na qual o nosso site esteve presente. Um livro de memórias da já longa carreira de Emanuel, onde a parte pessoal se mistura com a parte profissional. A não perder. Aceda aos destaques sobre este livro aqui e aqui.

Júlio Isidro – O Programa Segue Dentro de Momentos  Nada melhor que este título para dar a conhecer a vida e obra de um dos maiores nomes da televisão portuguesa, com um percurso notável com mais de 50 anos de carreira. Júlio Isidro (FC1991, FC1992-SF, FC1993-SF, FC2015-F, ESC1975) conta-nos assim nesta sua biografia, lançada em novembro passado, muitas histórias da sua vida profissional, com centenas de fotos e testemunhos na primeira pessoa de alguém que marca a história da televisão em Portugal.

Miguel Gizzas – O Dia Em Que O Mar Voltou  O segundo romance musical de Miguel Gizzas (FC2011) traz-nos novamente uma história de ficção fabulosa que prende os leitores do início ao fim, numa mistura entre a literatura e a música. Neste novo livro, o autor conta-nos a história de um terramoto, seguido por um tsunami, ocorrido em Lisboa, idêntico ao de 1755. Um livro para ler, escutar e sentir, editado em agosto de 2016.

Nuno Galopim – Os Últimos Dias do Rei – Nuno Galopim (FC1998, FC2017, ESC2016) estreia-se na escrita de ficção com este livro, editado em junho deste ano, acerca dos últimos dias do rei D. Manuel II, no exílio pouco antes de morrer. Uma trama que mistura a ficção com a História de Portugal, redigido pelo primeiro presidente da OGAE Portugal e que foi jurado do Festival da Canção 1998. É jornalista e tem escrito crónicas para vários jornais e revistas. Comentou o Festival Eurovisão da Canção 2016 e é um dos nomes relacionados com o Festival da Canção deste ano.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Festivais da Canção, FNAC

 

2 pensamentos sobre “Prémios Festivais da Canção – Os melhores livros de 2016

  1. Pingback: Eurovisão: Uma viagem televisiva será o curso dado por Nuno Galopim em Maio |

  2. Pingback: Nuno Galopim assegura os comentários do ESC2017 com José Carlos Malato |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s