No dia em que você nasceu… José Calvário, Mike Sergeant e Sandra Tavares

Neste dia 8 de janeiro temos três aniversariantes: o compositor José Calvário, Mike Sergeant e Sandra Tavares.

Começamos por homenagear José Calvário, nascido a 8 de janeiro de 1951, no Porto, com o nome de José Carlos Barbosa Calvário. A sua carreira confunde-se com a própria história do nosso Festival da Canção, dado que esteve presente em quinze Festivais, quer como compositor, orquestrador, maestro ou no papel de jurado. Iniciou os seus estudos com cinco anos no piano e teve aulas no Conservatório de Música do Porto. Nos anos 60 mudou-se para a Suíça, onde fez parte de uma orquestra de jazz. Regressou ao nosso país em 1971, estabelecendo-se em Lisboa. A partir daqui começou a colaborar como produtor e orquestrador com vários nomes da música portuguesa. Dirigiu várias orquestras, sendo conhecido por editar discos com versões orquestrais de clássicos da música portuguesa tais como os três volumes dos discos Saudades ou Cinema Português.

Começou a participar no Festival da Canção em 1971, como compositor do tema Flor Sem Tempo (2º lugar), interpretada por Paulo de Carvalho. No ano seguinte, competiu novamente no certame como compositor do tema A Festa da Vida, cantada por Carlos Mendes, tendo sido a grande vencedor e representado o nosso país em Edimburgo na Eurovisão, alcançando a melhor classificação de sempre até essa altura, um 7º lugar. No Festival da Canção 1973 surgiu como compositor, orquestrador e maestro de duas canções: A Rapariga e o Poeta (9º lugar), defendida por Tonicha, e Gente (3º lugar), defendida por Duarte Mendes. Voltou a participar no ano seguinte, com a sua canção mais icónica até hoje, E Depois do Adeus, onde para além de compositor, foi também orquestrador e maestro. Este tema sagrou-se o grande vencedor da noite, com a interpretação de Paulo de Carvalho, representou o nosso país em Brighton na Eurovisão e foi a primeira senha utilizada para a Revolução dos Cravos, a 25 de Abril de 1974.

No Festival da Canção 1975 assumiu a orquestração e a direcção de orquestra dos dois temas cantados por Paulo de Carvalho: Com Uma Arma, Com Uma Flor (3º lugar) e Memória (4º lugar). No ano seguinte esteve também presente no Festival da Canção como orquestrador do tema Os Lobos e Ninguém (5º lugar e No Teu Poema (3º lugar), interpretadas por Carlos do Carmo. Em 1977, em As Sete Canções, nome dado ao Festival desse ano, José Calvário foi o director musical do programa, sendo também director de orquestra. Os anos 70 continuaram com participações suas no certame e em 1978 foi orquestrador do tema Um Dia, Uma Flor (8º lugar), interpretada por Tonicha. Em 1979 esteve também no Festival da Canção como orquestrador do tema Quatro Letras (6º lugar), cantado pelo grupo Gente, na 3ª semifinal.

Depois de um interregno de um ano voltou ao Festival da Canção 1981 como maestro dos temas Tempo de Partir (6º lugar), cantado por Samuel, Olá Rapariga, Olá (10º lugar), defendida por Maria do Amparo & Carlos Alberto Moniz, Ali Babá (4º lugar) pelas Doce, Foste o Mar (11º lugar), interpretada por Zélia Rodrigues e Manhã do Meu Sonho (12º lugar), defendida por Zélia Lopes. Nos temas das Doce e de Zélia Rodrigues foi também o orquestrador. Participou no Festival da Canção 1983 como compositor, orquestrador e maestro do tema E Afinal Quem És Tu (3º lugar), que Helena Isabel cantou. Voltou no ano seguinte, assinando os arranjos dos temas Uma Canção Amiga (6º lugar), interpretada por António Sala, Pelo Fim da Tarde (2º lugar), cantada por Samuel, O Nosso Reencontro (13º lugar), que Isabel Soares defendeu, Este Quadro (13º lugar), cantada por Samuel & Cristina, Cidade Mar (13º lugar), interpretada por José Campos e Sousa e Maneira de Ser (8º lugar), que Samuel defendeu. No Festival da Canção 1985 foi orquestrador do tema vencedor Penso Em Ti (Eu Sei), interpretado por Adelaide Ferreira e depois irá ser o maestro do tema na Eurovisão desse ano na Suécia. Para além deste foi compositor e orquestrador do tema Meia de Conversa (3º lugar) interpretado por Nuno & Henrique. A sua última participação enquanto concorrente foi na Selecção Interna de 1988 onde compôs e orquestrou o tema Voltarei cantado por Dora, o grande vencedor e depois foi também o maestro desse tema na Eurovisão, em Dublin, na Irlanda. Fez parte do júri fixo das semifinais do Festival da Canção 2001.

José Calvário sofreu uma paragem respiratória seguida de um enfarte a 12 de novembro de 2008. Foi homenageado no Festival da Canção 2009, com um bailado inspirado em algumas das suas canções do certame. Faleceu a 17 de junho de 2009, numa unidade de cuidados continuados em Oeiras.

Hoje presenteamos também Mike Sergeant. Nasceu a 8 de janeiro de 1945, em Stirling, na Escósia como James Malcolm Sergeant. Começou a tocar com os grupos Marmalade e Studio 6, sendo que vem a Portugal tocar em 1968 e voltou para se estabelecer cá no ano seguinte. Passou por vários grupos entre os quais o Quinteto Académico e os Objectivo, tendo tocado no Festival da Vilar de Mouros em 1971. No ano seguinte entrou para o Quarteto 1111 para substituir Tozé Brito e continuou a tocar com este grupo e depois a fazer parte dos Green Windows, também com José Cid, com o qual tocou durante cerca de 30 anos e colaborou nos seus projetos. Com o final deste grupo mudou-se para os Gemini, onde permaneceu até ao final do mesmo em 1979. A solo lançou dois singles, em 1977 e em 1979. Foi orquestrador e maestro em diversas ocasiões e tocou com vários artistas. Casou com Guida Maria e é pai da atriz Julie Sergeant.

Esteve presente também em quinze Festivais da Canção. O primeiro foi em 1974, como elemento dos Green Windows, onde interpretou os temas Imagens (3º lugar) e No Dia Em Que O Rei Fez Anos (2º lugar). Foi também elemento de palco no tema A Rosa Que Te Dei (5º lugar), cantada por José Cid. Participou novamente no Festival da Canção 1976 como orquestrador do tema Maria-Criada, Maria-Senhora (8º lugar), defendida por Carlos do Carmo. No ano seguinte com os Gemini interpreta a versão B do tema Portugal No Coração (6º lugar), da qual também é o orquestrador. No Festival da Canção 1978, com o grupo Gemini cantou quatro temas: O Circo e A Cidade (3º lugar), Tudo Vale A Pena (11º lugar), Ano Novo, Vida Nova (10º lugar), e Dai-Li-Dou, a grande vencedora com a qual depois irá a Paris à Eurovisão. Participou como orquestrador no Festival da Canção 1979 dos temas Olha Como É Linda A Manhã (6º lugar), interpretado por Carlos Alberto Vidal na primeira semifinal, Novo Canto Português (4º lugar) cantado por Tozé Brito, que foi finalista, A Nossa História de Amor (9º lugar), defendido por Cândida Branca Flor e Amanhã Virás (5º lugar), pelas Cocktail, ambas na terceira semifinal.

Também no Festival da Canção 1980 assumiu funções de orquestrador dos temas Made In Portugal (5º lugar), cantado pelo grupo SaraBanda na primeira semifinal, Ai, Ai, Tão, Tão (9º lugar), interpretado pelos Fantástica Aventura também na primeira semifinal, Guardado em Mim (8º lugar), defendido por Dina na grande final, Nossa Cantiga de Amor (6º lugar), interpretado por Edmundo Falé na segunda semifinal, Doce (2º lugar), cantado pelas Doce na grande final, Um Grande, Grande Amor (1º lugar), defendido por José Cid na grande final, Amigos Eu Voltei (6º lugar), interpretado por Carlos Paião na terceira semifinal e Um Girassol No Olhar (9º lugar), cantada por Carlos Alberto Vidal também na terceira semifinal. Voltou no ano seguinte como orquestrador e maestro do tema Vem Esquecer o Passado (8º lugar), cantado pelas Cocktail e em 1982 teve as mesmas funções nos temas Em Segredo (8º lugar) e Gosto do Teu Gosto (6º lugar), interpretados por Dina e Banha da Cobra (5º lugar) defendido pelos Broa de Mel. No Festival da Canção 1983 foi o orquestrador e maestro do tema vencedor Esta Balada Que Te Dou, que Armando Gama cantou, sendo que Mike Sergeant participou assim pela terceira vez no Festival Eurovisão da Canção. Terminou as suas participações na década de 80, no Festival da Canção 1984, como orquestrador do tema Quero-te, Choro-te, Odeio-te, Adoro-te (5º lugar), defendido por Adelaide Ferreira.

Na década de 90, Mike Sergeant continuou a participar nos Festivais da Canção. Logo em 1990 assinou a orquestração do tema Terceiro Milénio (10º lugar), interpretado por Kika. Voltou ao certame em 1993, como orquestrador do tema Se Eu Sonhar (10º lugar), que Armando Gama interpretou nas semifinais. No Festival da Canção 1996 foi orquestrador e maestro do tema Ganhámos o Céu (4º lugar), cantado por Cristina Castro Pereira e no ano seguinte assumiu as mesmas funções no tema Canção Urgente (6º lugar), defendido pelos Meninos da Sacristia. A sua última participação no Festival da Canção data de 1998, enquanto orquestrador do tema vencedor Se Eu Te Pudesse Abraçar, interpretado pelo grupo Alma Lusa, que representou Portugal na Eurovisão desse ano em Birmingham, sendo que Mike Sergeant assumiu aí as funções de diretor de orquestra.

A nossa última aniversariante de hoje é Sandra Tavares. Nasceu a 8 de janeiro de 1984, em Cucujães e reside em Oliveira de Azeméis. Estudou na Escola Superior de Educação do Instituto Poltécnico do Porto, onde tirou o curso de Educação Musical. Faz parte do grupo Trocopasso desde 1998, como teclista, apesar de ser também ela cantora. Com este grupo participou no Festival da Canção 2010, com o tema O Mundo de Pernas Pró Ar, com autoria de Jorge Oliveira, em que se classificaram em 4º lugar na grande final no Campo Pequeno. Continua a tocar com este grupo, marcando presença em vários eventos, festas, romarias, entre outros.

Curiosidades deste dia 8 de janeiro:

Hoje é o Dia de São Severino e no Brasil é o Dia Nacional do Fotógrafo e da Fotografia.

A 6 de janeiro de 1297, François Grimaldi, disfarçado de monge, captura a fortaleza no rochedo do Mónaco, estabelecendo a sua família como governantes deste pequeno Estado.

Neste dia, no ano 2001, dá-se início às transmissões do canal SIC Notícias.

Para além dos nossos aniversariantes hoje também estão de parabéns: Primo de Rivera, político espanhol (1870); Elvis Presley, cantor americano (1935); Shirley Bassey, cantora inglesa (1937); David Bowie, cantor e compositor inglês (1947); Guilherme Fontes, ator brasileiro (1967); R. Kelly, cantor americano (1967); Teresa Salgueiro, cantora portuguesa (1969) e Alexandre Pires, cantor brasileiro (1976).

Neste dia faleceram Marco Polo, explorador italiano (1324); Galileu Galilei, físico italiano (1642); William Beresford, militar inglês (1854) e François Mitterrand, político francês (1996).

O nosso site endereça aos aniversariantes Mike Sergeant e Sandra Tavares, votos de um dia muito feliz, repleto de tudo quanto de bom desejam e continuação do maior sucesso nas suas vidas. Muitos Parabéns! A José Calvário prestamos a nossa homenagem como uma das pessoas que mais colaborou no Festival da Canção e mais sucessos deu à música portuguesa.

Fonte: Festivais da Canção  |  Autores: Maria Fernanda Fonseca e Miguel Meira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s