Entrevista a Inês Sousa |exclusivo|

ines-sousaInês Sousa nasceu a 9 de Fevereiro de 1986. Vive em Lisboa e estudou na Escola Superior de Música de Lisboa e no Hot Clube de Portugal. Fez inúmeros concertos dentro da área do jazz e participou como vocalista no disco Wonderwheel de André Fernandes. Foi a última intérprete escolhida para este Festival, depois da desistência de Elisa Rodrigues. Irá interpretar o tema Se O Tempo Não Falasse, da autoria de Noiserv, o tema que irá desfilar em último lugar na 2ª semifinal de dia 26 de Fevereiro.

Passamos a transcrever a entrevista que Inês Sousa nos concedeu.

Festivais da Canção – Que significado tem para si pisar do palco do Festival da Canção pela primeira vez?
Inês Sousa – Nunca imaginei vir a participar no Festival da Canção. É, no mínimo, inesperado. Mas é uma surpresa boa, principalmente por ir interpretar a canção do David Santos (Noiserv), artista e amigo que admiro muito.

FC – Como encarou o convite do seu compositor para participar no Festival da Canção deste ano?
IS – Como referi no ponto anterior, admiro muito o trabalho do David. O convite foi uma surpresa, mas fiquei muito feliz por ele me chamar para dar voz a uma canção dele.

FC – Quais são as expectativas para a sua canção neste Festival?
IS – É sempre uma incógnita… Não dá para antecipar qual será a reacção à canção. Eu acho-a linda!

FC – Fale-nos da sua canção e tente enquadrá-la num ou em mais dos estilos musicais existentes.
IS – A canção é, na minha opinião, muito bonita. E é a cara do Noiserv. Não consigo encaixá-la em nenhum estilo!

FC – Qual o estilista que vai cuidar da sua imagem no Festival da Canção?
IS – Vou ser eu a tratar da minha imagem.

FC – Na Eurovisão e no Festival da Canção só são permitidos seis elementos em palco. Quantos elementos irão estar consigo no palco e que funções desempenharão?
IS – Ainda não tenho resposta definitiva para esta pergunta!

FC – Conhecidos os 16 intérpretes deste Festival com qual dos restantes 15 preferia extra-concurso fazer um dueto, caso isso lhe fosse proporcionado?
IS – Esta pergunta é dificílima de responder! A Lena d’ Água é uma referência, canta muitíssimo bem e adoro ouvi-la. Por outro lado, gosto imenso do universo musical das Golden Slumbers.

FC – A RTP decidiu dar liberdade na escolha do idioma para apresentar os temas a concurso. Há quem defenda que para se triunfar na Eurovisão teríamos que apresentar um tema em inglês, no entanto, outros referem que se deve cantar sempre na nossa língua, defendendo assim as nossas tradições e identidade. Em qual destas duas correntes se insere?
IS – Percebo ambas as correntes, mas defendo a nossa língua e fico feliz por a canção que vou cantar ser em português.

FC – Complete a frase: “Representar Portugal na Eurovisão seria…”
IS –  …incrível.

Agradecemos a Inês Sousa a concessão desta entrevista e desejamos sorte para a participação no Festival da Canção 2017.

Veja no vídeo em baixo um dos temas interpretados por Inês Sousa, intitulado Lilac Wine, no projecto Wonderwheel de André Fernandes.

Fonte: Inês Sousa

3 pensamentos sobre “Entrevista a Inês Sousa |exclusivo|

  1. Pingback: Canção nº8 – Segunda Semifinal – “Se o tempo não falasse” por Noiserv e Inês Sousa- As suas palavras |

  2. Pingback: FC2017 – 2ª Semifinal – A nossa abordagem a todos os que estão nesta semifinal |

  3. Pingback: A II Semifinal do Festival da Canção 2017 é hoje na RTP |Não perca| |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s