A Nossa Playlist – Semana 59 com Carluz Belo, Duo Ouro Negro, Gemini, Lara Afonso e Marco Paulo

marcopaulo_carluzbelo_duoouronegro_laraafonso_geminiFazemos hoje a retrospetiva de mais uma semana da terceira temporada da rubrica A nossa playlist e vamos continuar a recordar os temas que marcaram os vários Festivais da Canção. Cada um dos nossos colaboradores escolheu um tema por dia que foi divulgado no nosso Facebook de 2ª a 5ª feira. Na 6ª feira é a escolha do público que permanece através de uma poll semanal que divulgamos com temas para votação semanalmente também.

Assim, nesta semana o primeiro tema foi seleccionado por André Miguel Godinho, que nos levou até ao Festival da Canção 1967, realizado no Estúdio C da Tóbis, donde escolheu o tema Sou Tão Feliz, interpretado por Marco Paulo, com letra de António de Sousa Freitas, música de Nóbrega e Sousa e direcção de orquestra do maestro Tavares Belo. Classificou-se em 6º lugar na Final deste certame com apenas 5 pontos, com 2 pontos atribuídos pelos júris de Beja e Santarém e 1 ponto pelo júri de Leiria.

André Miguel Godinho justifica assim a sua escolha:
O jovem Marco Paulo, que hoje comemora os seus 50 anos de carreira, estreava-se no maior evento que qualquer cantor ambicionava. Cantava que era feliz, numa composição que parecia saída de um musical da época de ouro do cinema americano, mas não convenceu o júri da sua felicidade que se rendeu a um ritmo mais moderno.

Avançamos para o século XXI e para o Festival da Canção 2008. O tema Cavaleiro da Manhã tem letra, música, produção e interpretação do jovem Carluz Belo. Em palco no Teatro Camões, que acolhia este certame pela primeira vez, estiveram Matos Pires na gaita de foles, Vânia Vaz como bailarina e os três elementos do coros foram Luciana Jesus, Mário Marta e Maria Sobral. Classificou-se em 8º lugar com 2049 votos do público que votou através do televoto.

A escolha deste tema foi de Carlos Portelo que comenta esta canção:
Uma canção com portugalidade e muito bem disposta, com a jovialidade do cantautor Carluz Belo faz com que este tema seja digno de estar na nossa playlist, ou seja, entre os melhores que passaram pelos Festivais da Canção.

Na quarta-feira rumámos até ao Teatro São Luiz, onde decorreu o Festival da Canção 1969, do qual Gonçalo Coelho decidiu relembrar esta semana o tema Tenho Amor Para Amar, interpretado pelo Duo Ouro Negro, composto por Raul Indipwo e Milo MachMahon. Esta canção tem letra de João Maria Tudella, música de João Maria Tudella e Fernando Alvim, orquestração de Joaquim Luís Gomes e direcção de orquestra do maestro Ferrer Trindade. Classificou-se em 2º lugar com 49 pontos, tendo sido o tema favorito dos jurados de Faro com 6 pontos, Portalegre com 7 pontos, Santarém com 5 pontos e Viseu com 10 pontos.

A escolha deste tema foi de Gonçalo Coelho, que refere o seguinte:
Os Duo Ouro Negro são muito carismáticos, e é impossível ficar indiferente às suas canções leves, divertidas e orelhudas. Este tema fica na cabeça e teria representado muito bem o nosso país.

Na quinta-feira João Velada decidiu regressar ao Festival da Canção 2006 e ao tema Alma Nova, que foi interpretado por Lara Afonso. Esta canção tem letra de António de Avelar Pinho e música e produção de Luís Oliveira. Em palco estavam Fábio Afonso, ao piano e Raquel Ferreira, Maria Sobral, Carla Moreira e Mário Marta. Foi o segundo tema a desfilar nos Centro de Congressos de Lisboa e classificou-se em 5º lugar ex-aequo com 8 pontos, tendo obtido o 9º lugar no televoto e o 5º lugar no júri de sala.

O nosso colaborador João Velada comenta assim esta sua escolha:
Se esta canção era adequada à Eurovisão ou se teria conseguido um resultado melhor do que aquela que nos representou nesse ano, isso é com certeza discutível. O que não é nada discutível é o quanto eu adoro a canção, assim como a voz e a interpretação da cantora. Confesso que não sou fã do tema que ela levou ao Festival RTP em 2014, mas esta balada é verdadeiramente apaixonante e deixa-me emocionado sempre que a oiço. Como nota ligeiramente negativa, apenas destaco a inclusão algo arbitrária da língua inglesa na letra, que me parece que era perfeitamente dispensável (ainda por cima porque só abrange dois versos perto do final, o que torna esta decisão bastante incompreensível e desnecessária). De qualquer forma, não é isso que me faz deixar de considerar esta canção como a minha preferida do Festival RTP 2006.

No último dia da semana revelámos então a escolha do público que tinha votado na nossa poll, na semana anterior. Assim o tema escolhido foi Portugal No Coração, interpretado pelo grupo Gemini, composto por Isabel Ferrão, Tozé Brito, Teresa Miguel e Mike Sergeant, no Festival da Canção 1977, intitulado também As Sete Canções. Na nossa sondagem obteve 50% dos votos dos nossos leitores, uma grande votação face aos outros temas e por isso foi incluída nesta nossa rubrica. A letra é de Ary dos Santos, a música é de Fernando Tordo, a orquestração de Mike Sergeant e a direcção de orquestra do maestro José Calvário. Esta canção classificou-se em 6º lugar, com 25283 votos do público através de cupões publicados na imprensa.

Esteja atento à nossa rubrica diariamente no nosso Facebook e recorde na próxima semana mais cinco temas que marcaram a história do Festival RTP da Canção.

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s