A Nossa Playlist – Semana 60 com Banda Tribo, Fernando Tordo, Helena Isabel, S.A.R.L. e Zélia Rodrigues

helenaisabel_fernandotordo_zeliarodrigues_bandatribo_sarlFazemos hoje a retrospetiva desta última semana da terceira temporada da rubrica A nossa playlist e vamos continuar a recordar os temas que marcaram os vários Festivais da Canção. Cada um dos nossos colaboradores escolheu um tema por dia que foi divulgado no nosso Facebook de 2ª a 5ª feira. Na 6ª feira é a escolha do público que permanece através de uma poll semanal que divulgamos com temas para votação semanalmente também.

Assim, nesta semana o primeiro tema foi seleccionado por Luís Pereira, que nos levou até ao Festival da Canção 1974, realizado no Teatro Maria Matos, donde escolheu o tema Canção Solidão, interpretado por Helena Isabel, com letra e música de José Drummond e orquestração e direcção de orquestra do maestro Thilo Krasmann. Classificou-se em 6º lugar com apenas 2 pontos provenientes dos júris de Faro e de Setúbal.

Luís Pereira justifica assim a sua escolha:
Uma mulher muito bonita, beleza que se mantém até hoje e uma canção muito melodiosa que merece estar na Nossa Playlist.

 

Recuamos um ano para o Festival da Canção 1973. O tema Tourada tem letra de Ary dos Santos, música e interpretação de Fernando Tordo, orquestração de Pedro Osório e direcção de orquestra do maestro Jorge Costa Pinto. Classificou-se em 1º lugar com 115 pontos, recolhendo as pontuações máximas dos jurados de Aveiro, Beja, Braga, Bragança, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto e Setúbal. Na Eurovisão a canção portuguesa posicionou-se em 10º lugar com 80 pontos.

A escolha deste tema foi de Maria Fernanda Fonseca que comenta esta canção:
Presto nesta votação a minha homenagem a José Carlos Ary dos Santos pelo poema, pela música e interpretação de Fernando Tordo e à orquestração do maestro Pedro Osório. Uma canção que à época queria dizer tanto, mas que foi ficando esquecida pelo tempo. Raras vezes se ouve, apenas quando se fala do Festival da Canção.

Na quarta-feira rumámos até ao Teatro Maria Matos novamente, onde decorreu o Festival da Canção 1981, do qual Miguel Meira decidiu relembrar esta semana o tema Foste o Mar, interpretado pelo Zélia Rodrigues. Esta canção tem letra e música de João Henrique e Fernando Guerra e orquestração e direcção de orquestra do maestro de José Calvário. Nos coros estavam Ana Bola, Cristina Águas e Paula Cristina. Classificou-se em 11º lugar com 50 pontos, tendo a votação mais alta deste tema sido 7 pontos proveniente do júri de Ponta Delgada.

A escolha deste tema foi de Miguel Meira, que refere o seguinte:
“Foste o Mar” é um dos grandes temas esquecidos do nosso Festival da Canção. Com uma construção melódica fantástica de Fernando Guerra e João Henrique, sempre em crescendo, potencia toda a grande capacidade vocal de Zélia Rodrigues, que demonstra aqui a sua excelente voz. É inexplicável o penúltimo lugar atribuído a este tema. Que será feito desta grande voz da Zélia?

Na quinta-feira Vasco da Câmara Pereira decidiu regressar ao Festival da Canção 1984 e ao tema A Padeirinha de Aljubarrota, que foi interpretado pelo grupo Banda Tribo, composto por Ana Sofia Cid, José Gonçalo Amaral Gomes, Fernando Amaral Gomes, João Paulo Pereira, José Ferreira de Oliveira e Mário Jorge Silva. Esta canção tem letra, música e orquestração da própria Banda Tribo. Foi o quarto tema a desfilar na grande final no Cinema Europa e classificou-se em 3º lugar com 113 pontos, sendo que os jurados Beatriz Costa e Carlos Ventura Martins atribuíram a pontuação máxima para este tema.

O nosso colaborador Vasco da Câmara Pereira comenta assim esta sua escolha:
Esta era a canção mais jovial e animada do Festival RTP da Canção 1984, muito bem ganho pela extraordinária Maria Guinot. Trata-se de uma canção neorromântica, que enaltece a grande história de Portugal e a figura ímpar de Brites de Almeida. Inspirada na época medieval, o grupo surgiu vestido de pajens e Ana Sofia Cid de padeira. Gosto imenso da extraordinária letra e do refrão, facilmente trauteável e inesquecível.
Apesar de achar que escolhemos a melhor canção para estar no Luxemburgo, parece-me que não ficaríamos mal representados com esta padeirinha. A única pergunta que faço é, será que Espanha continuaria a dar-nos cinco pontos ou ainda se lembraria de como Brites de Almeida pôs uns quantos castelhanos a arder no forno?

No último dia da semana revelámos então a escolha do público que tinha votado na nossa poll, na semana anterior. Assim o tema escolhido foi Self-Made-Man, interpretado pelo grupo S.A.R.L., composto por Pedro Osório, Samuel, Carlos Alberto Moniz, Helena Isabel, Joana Mendes e Madalena Leal, no Festival da Canção 1980. Na nossa sondagem obteve 33% dos votos dos nossos leitores, uma votação renhida face aos outros temas e por isso foi incluída nesta nossa rubrica. A letra, música e orquestração é de Pedro Osório e a direcção de orquestra do maestro Jorge Machado. Esta canção classificou-se em 4º lugar, com 44 pontos, tendo os jurados de Beja, Setúbal e Viana do Castelo lhe atribuído a pontuação máxima.

Finalizamos assim a Terceira Temporada da rubrica A Nossa Playlist, onde atingimos as 300 canções que passaram pelo nosso Festival RTP da Canção. Vamos fazer uma pausa e dentro de algum tempo retomaremos esta rubrica para dar a conhecer mais temas dos cerca de 400 que ainda faltam.

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s