Pluralmente comentamos “Primavera” por Celina da Piedade

Pluralmente comentamos hoje a Canção nº6 da Final do Festival da Canção 2017, o tema Primavera, da autoria de Celina da Piedade e de Alex Gaspar. Esta canção foi interpretada por Celina da Piedade, tendo-se classificado em 3º lugar com 16 pontos, 10 provenientes do júri de sala e 6 dos telespetadores que se manifestaram em chamadas de valor acrescentado.

Vamos comentar e pontuar a canção Primavera.

Outra canção excelente na minha modesta opinião. É sem sombra de dúvida o tema mais português deste FC2017. Neste caso também concordo com a pontuação do júri.
Pontuação – 18/20 – Luís Pereira 

Para esta canção, devo dizer que na semifinal quando a ouvi pela primeira vez, fiquei bastante surpreendida e

Celina da Piedade

agradou-me mesmo muito, ao ponto de pensar que também poderíamos estar perante uma canção que nos poderia representar muito bem na Eurovisão.
Porém, na final do Coliseu, o meu julgamento desvaneceu. Assisti a uma canção “Primavera” com uma interpretação mais fraca, uma voz de Celina da Piedade nervosa, e com menos poder vocal. Quanto ao cenário foi maravilhoso sentir-me rodeada de tanta flor, parecendo até que o cheirinho a primavera me estava a entrar nariz adentro. Uma canção levezinha, agradável, e que espero muito que a continuemos a ouvir pela mensagem que ela transmite. Foi bem classificada pelo júri, nem tanto pelo televoto, contudo, ficou no pódio deste Festival da Canção com o 3º lugar da classificação.
Pontuação 13/20 – Maria Fernanda Fonseca 

É Portugal em palco, entre as modas do Alentejo e folk este tema é um autêntico postal da nossa música! Para mim seria um dos grandes representantes da nossa portugalidade em Kiev! É isto que se pretende, primar pela diferença! E esta diferença é-nos trazida pelos instrumentos tipicamente portugueses e pela sua sonoridade. Celina da Piedade esteve muito bem levando a sua Primavera para o palco!
Pontuação 18/20 – Miguel Meira

Fiquei absolutamente cativado com esta primavera e com a Celina da Piedade. É bom ouvir e ver no Festival canções que se orgulham das nossas tradições e que são caracteristicamente portuguesas.
O Alentejo no seu melhor, misturado com sons do outro lado do Atlântico, que fazem esta multiculturalidade que corresponde à tradição musical portuguesa.
A Celina esteve particularmente bem, oferecendo-nos uma interpretação cheia de sentimento e de orgulho pela cultura alentejana. Sou cada vez mais fã do seu trabalho e da sua forma de estar na música.
Pontuação 17/20 Vasco da Câmara Pereira 

Uma canção bem portuguesa! Pensada para o Festival, mas que resulta precisamente só no Festival. Penso que estas canções já não têm muito lugar no palco do Eurovision Song Contest. Já tiveram o seu tempo, hoje são outros os caminhos, talvez uma onda mais alternativa. Mas esta canção e interpretação deram vida a um Coliseu e foi um momento bonito de alegria coletiva!
Pontuação 16/20 André Miguel Godinho 

Uma canção que trouxe Portugal aos dois palcos do Festival da Canção 2017. Gosto do conceito, do poema e da música. Uma interessante apresentação em palco antecipando a estação do ano que sucede ao Inverno. Gosto mais da musicalidade das estrofes do que a do refrão que tem algo que me leva ao folk, estilo musical do qual não sou fã.
Esta canção foi uma aposta ganha no Festival da Canção 2017 a todos os níveis.
Pontuação – 15/20 Carlos Portelo 

Ouviu-se Portugal no Festival da Canção! É um tema lindíssimo e refrescante, com aroma de Primavera, que levou o estúdio da RTP ao rubro na semifinal. Infelizmente, penso que a atuação no Coliseu não tenha tido a força que se esperava, ainda que Celina tenha estado perfeita vocalmente. O sorriso é contagiante, e a sua alegria por estar a participar de novo no Festival chegou até nós. Achei o conceito da indumentária muito original também. Se tivesse vencido, teria dado uma excelente representante do nosso país na Eurovisão!
Pontuação – 16/20 – Gonçalo Esteves Coelho

Aqui está uma canção que muitos também consideraram datada e obsoleta, mas que eu penso que tendo em conta a finalidade do FC, era uma das apostas mais fortes e uma das canções que mais hipóteses teria em Kiev. Tem um charme muito próprio. Musicalmente é um tema fantástico e Celina Piedade dá-lhe um toque fenomenal. Pontuação – 17/20 – Guilherme Ruivo 

Um tema que se pode inserir na corrente da música popular portuguesa, mas com o valor acrescido de ser alegre, fresco e jovial e de recorrer a instrumentos musicais que enaltecem todas as suas qualidades. É certo que não é uma canção muito forte e a voz da cantora não é também muito marcante, mas cumpre na perfeição o seu papel de contribuir para a diversidade musical no Festival. Foi sobretudo um bom momento que, enquanto espetador, me levou a bater palmas durante a atuação.
Pontuação – 14/20 – João Velada 

Pontuação média da equipa de trabalho de Festivais da Canção: 16.11

Ranking das canções Finalistas e Não Finalistas:
1º Amar pelos Dois – Salvador Sobral – 19.56
2º Poema a Dois – Fernando Daniel – 17.33
3º Agora – Márcia – 16.44
4º Primavera – Celina da Piedade – 16.11
5º Gente Bestial – 15.22
6º Don’t Walk Away – 14.78
7º Ao Teu Olhar – Beea – 13.55
7º O Teu Melhor – Rui Drumond – 13.55
9º Andamos no Céu – Helena Kendall – 12.88
10º My Paradise – David Gomes – 12.00
11º Se o Tempo Não Falasse – Inês Sousa – 11.33
12º Nunca Me Fui Embora – Lena D’Água – 11.22
13º Para Perto – Golden Slumbers – 9.33
14º Without You – Lisa Garden – 8.33

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s