Pluralmente comentamos “Nova Glória” pelos Viva La Diva

Pluralmente comentamos hoje a Canção nº8 da Final do Festival da Canção 2017, o tema Nova Glória, da autoria de Nuno Gonçalves. Esta canção foi interpretada pelos Viva La Diva, tendo-se classificado em 2º lugar com 18 pontos, 6 provenientes do júri de sala e 12 dos telespetadores que se manifestaram em chamadas de valor acrescentado.

Vamos comentar e pontuar a canção Nova Glória.

Da semifinal foi o tema mais “eurovisivo”, pensado em funcionar lá fora sem dúvida, desde o nome do grupo até à presença e postura em palco desta “Nova Glória”. Vocalmente Kika Cardoso esteve perfeita e mostra todo o seu potencial. Os dois contratenores dão uma mais-valia a este tema, numa mistura entre o lírico e o pop que já tanto sucesso tem tido com vários grupos na música internacional. Nuno Gonçalves construiu um tema que fica no ouvido, aliás deve ser dos temas que mais fica no ouvido o refrão, ao contrário da maioria. Este tema melodicamente faz-nos pensar nos últimos êxitos tão orquestrais dos The Gift e a letra a falar de Portugal, apesar de alguns clichés como o mar, seria sem dúvida um dos melhores temas para nos representar lá fora.
Pontuação 18/20 – Miguel Meira

Viva La Diva

Este festival fez-me perceber melhor o Marco Paulo e o seu enorme sucesso “Eu tenho dois amores”. No meu caso, esses dois amores são o Salvador e os Viva la Diva. Por mais que tente, não consigo decidir qual deles é verdadeiramente o meu favorito.
E que canções tão antagónicas. “Nova glória” tem pouco de simples ou de minimalista. É antes um hino epopeico, muito ao género do seu criador e da sua banda, extraordinariamente orquestrado e interpretado pela Kika e pelo Luís e o João Paulo.
No entanto, ambas as canções exibem grandes similaridades: a genialidade melódica e a grandeza do poema inerente.
Uma grande canção, uma excelente interpretação e uma compensação perfeita da importância de Portugal na cultura e história mundial.
“Tão longe a dor, um brinde à cor. Vejo ao longe o mar, jurou-me não falhar!”    

Pontuação 20/20 Vasco da Câmara Pereira
 

Esta é a típica canção de Festival! Tem tudo e em bom: uma música fabulosa, uma letra forte com um refrão bastante orelhudo, e uma vocalista poderosa, e muito bem acompanhada pelos dois contratenores. A performance da final foi de arrebatar tudo e todos, e impressionou muito mais, talvez esta canção pedisse mesmo a apoteose que só um Coliseu ou uma grande arena lhe poderiam dar! Também teria sido uma notável representante de Portugal!
Pontuação 18/20 André Miguel Godinho 

Denota-se nesta canção uma preocupação em falar o idioma eurovisivo gay. Começa pelo nome do grupo Viva La Diva repescado da canção vencedora do ESC1998 a que a transexual Dana International deu voz e glamour. Este glamour também esteve presente na canção “Nova Glória”, no visual dos três cantores. Outro ingrediente para piscar o olho ao público gay é o facto dos dois contratenores serem casados um com o outro.
Kika Cardoso esteve irrepreensível uma autêntica diva, no bom sentido. Ela esteve soberba. É uma grande intérprete! A canção é forte, a junção da canção ligeira com o canto lírico cá é uma novidade, mas na Eurovisão nem tanto e o resultado para este tipo de temas no ESC não tem sido o melhor. Era uma das favoritas da noite e nota-se que a equipa desta canção jogou para ganhar, o que é sempre de aplaudir.
Pontuação – 16/20 Carlos Portelo 

“Nova Glória” é uma canção lindíssima e muito forte, com todos os ingredientes que a fariam uma canção vencedora. No entanto, infelizmente, esses elementos foram mal explorados. Acho que a canção peca por ter tanta coisa e querer ser tudo ao mesmo tempo – moderna, clássica, pop, ópera. É um sobe e desce a nível de ritmo, com algumas quebras escusadas (como aquela que antecede o último refrão, onde está o auge da música), e momentos em que se torna quase incomodativo ouvir tantas vozes – nem sempre bem coordenadas – a cantar em simultâneo. Por vezes, como se viu pelo resultado final, a simplicidade é o melhor caminho. Esta ânsia de querer mostrar tanta coisa torna a canção um pouco saturante. De qualquer forma, é inegável a sua força e beleza. Com mais algum trabalho e cuidado, teria ficado perfeita.
Pontuação – 17/20 – Gonçalo Esteves Coelho

Os Viva La Diva encerram o desfile das canções e levaram os 12 pontos do público. Porquê? Não sei. A canção é forte, sem dúvida, mas tudo é demasiado. É uma grande confusão e parece tudo tão fabricado. Todos os elementos vocais se sobrepõem com o instrumental, o poema nem sempre é percetível… Uma canção que queria ser muito e acabou por não o ser. Fez-me lembrar bastante a canção da Bósnia do ano passado (que curiosamente fez com que o país não passasse à grande final do ESC pela primeira vez). O ponto positivo desta canção foi Kika Cardoso. E em todos os FCs que vi em que tivemos júri distrital/regional, pela primeira vez uma canção fez-me pensar «Abençoado júri regional! Salvaram a noite!”.
Pontuação – 07/20 – Guilherme Ruivo 

Não sendo certamente uma canção que reúna consenso geral pelas suas particularidades, é, quanto a mim, a melhor que estava presente na final do Festival da Canção deste ano. Gostei imenso da harmonia entre estas três vozes de grande qualidade, de entre as quais é o elemento feminino que tem o maior destaque. É igualmente uma proposta arrojada, tendo em conta que a ópera é um género musical que agrada a muitos mas desagrada a outros tantos, o que não a impediu de ter ganho o televoto tanto na semifinal como na final. Foi pena que os jurados tivessem arruinado as suas hipóteses de vitória, pois teria sido uma boa representante de Portugal no certame eurovisivo.
Pontuação – 19/20 – João Velada

Há qualquer coisa neste tema que nunca me convenceu. Não só no tema como na própria apresentação em palco. Neste caso estou mais de acordo com a pontuação dada pelo júri.
Pontuação – 14/20 – Luís Pereira 

Há canções que não venceram o Festival da Canção e que eu não mais as esquecerei enquanto ELE me deixar andar aqui pelo nosso planeta. São muitas, e agora tenho mais uma. Canção poderosa, interpretada por uma mulher poderosíssima em palco, grande voz a quem eu presto desde já a minha homenagem pela mudança de visual, mais elegante, o corte de cabelo, a postura de palco e os gestos. Kika Cardoso, e os seus companheiros tiveram a canção mais poderosa deste Festival, “mas não fazia a diferença”. Funcionou no Televoto com o primeiro lugar 12 pontos, mas o Júri apenas lhe deu a pontuação que correspondia ao quinto lugar  6 Pontos. Obteve o 2º lugar da classificação no Festival.
Muitos Parabéns Kika Cardoso, esteve soberba e não vou esquecer.
Pontuação 20/20 – Maria Fernanda Fonseca 

Pontuação média da equipa de trabalho de Festivais da Canção: 16.56

Ranking das 16 canções Finalistas e Não Finalistas:
1º Amar pelos Dois – Salvador Sobral – 19.56
2º Poema a Dois – Fernando Daniel – 17.33
3º Nova Glória – Viva La Diva – 16.56
4º Agora – Márcia – 16.44
5º Primavera – Celina da Piedade – 16.11
6º Gente Bestial – 15.22
7º Don’t Walk Away – 14.78
8º O que eu vi nos meus sonhos – Deolinda Kinzimba – 14.33
9º Ao Teu Olhar – Beea – 13.55
9º O Teu Melhor – Rui Drumond – 13.55
11º Andamos no Céu – Helena Kendall – 12.88
12º My Paradise – David Gomes – 12.00
13º Se o Tempo Não Falasse – Inês Sousa – 11.33
14º Nunca Me Fui Embora – Lena D’Água – 11.22
15º Para Perto – Golden Slumbers – 9.33
16º Without You – Lisa Garden – 8.33

Assim na opinião da nossa equipa de trabalho a canção vencedora, Amar pelos Dois, é a incontestável representante de Portugal no ESC2017. A grande injustiçada terá sido a composição Agora de e por Márcia a quem atribuímos o 4º lugar entre as 16 composições deste festival que não chegou a ser finalista.

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s