Hélder Reis, Lena D’Água e Rui Drumond comentam “Amar pelos Dois”

A canção portuguesa ao Festival Eurovisão da Canção não pára de recolher opiniões favoráveis e um consenso praticamente generalizado é como uma onda que se agiganta numa praia de canções chamada Kiev, onda essa que leva com ela a nossa bandeira.

Vamos publicar hoje mais três testemunhos de figuras públicas que também elas fizeram questão em comentar Amar pelos Dois, o tema que Luísa Sobral compôs propositadamente para a voz do seu irmão, para o Festival da Canção 2017.

Hoje publicamos as declarações de Hélder Reis, Lena D’Água e de Rui Drumond.

Hélder Reis, um profissional da RTP, atualmente como elemento do programa das manhãs da estação pública de televisão, A Praça, estando também na equipa de trabalho do programa Aqui Portugal que vai para o ar em direto aos sábados.
Este profissional da comunicação social foi o comentador enviado a Moscovo, ao ESC2009 e a Viena de Áustria ao ESC2015. O ano passado Hélder Reis comentou de Portugal os espetáculos do ESC2016, tendo na final a colaboração de Nuno Galopim.
Fique com o testemunho de Hélder Reis:
“Amar pelos dois” é uma canção de Grande inteligência musical. O Salvador é um cantor de excelência. O poema é inspirador. A orquestração lembra os grandes clássicos. Tenho a certeza que a prestação de Portugal ficará para a história eurovisiva.
Hélder Reis

Lena D’Água tem um vasto currículo como cantora de grandes sucessos musicais, quer a solo, quer como vocalista de bandas como os Salada de Frutas. O espetáculo idealizado pelo saudoso Pedro Osório, As Canções do Século, com assinalável sucesso, contou com a participação de Lena D’Água, juntamente com Helena Vieira e Rita Guerra.
Esta intérprete participou, este ano, na Segunda Semifinal e Final do Festival da Canção 2017, com o tema de Pedro da Silva Martins, Nunca me fui embora, na realidade sempre esteve entre nós e não parou de cantar.
Vamos dar a palavra à colega de Salvador Sobral na edição deste ano do Festival da Canção:
Sobre a canção da Luísa e a interpretação do Salvador.
Desde o primeiro momento em que a ouvi me comovi às lágrimas, a canção é uma beleza! O poema lindo, a melodia e os arranjos fazem sonhar e o Salvador canta-a na perfeição!
Fiquei feliz de passar à final também porque ia estar com o Salvador, que eu não via há mais de um ano. Tínhamo-nos conhecido pessoalmente no festival Folio em Óbidos, no final de um concerto do António Zambujo com a Mayra Andrade, em 2015.
Voltando ao Festival, a Luísa tinha feito os ensaios de sexta e de sábado e o Salvador chegou finalmente para fazer o ensaio da tarde de domingo. Estávamos em suspenso. Muitos de nós se tinham já apaixonado pela canção. Devo dizer que nessa tarde o Salvador fez uma interpretação livre e jazística da melodia, eu estava encantada! Ele é um enorme músico. A Luísa uma enorme compositora. E este ano vamos arrasar na Eurovisão, não tenho a mais pequena dúvida.
Lena D’Água

Rui Drumond ficou conhecido grande público através da sua participação no programa para novos talentos da RTP, Operação Triunfo (1ª edição). Desde então não mais parou de cantar, tendo sido o grande vencedor da edição de 2014 do The Voice Portugal, também na RTP.
Em 2005 foi convidado a representar Portugal na Eurovisão, em Kiev, ao lado de Luciana Abreu no duo criado propositadamente para o efeito, para interpretar o tema Amar. Este ano, a convite de Héber Marques, Rui Drumond defendeu na Primeira Semifinal do Festival da Canção a composição O teu melhor.
Fique com as declarações de Rui Drumond sobre Amar pelos Dois e Salvador Sobral:
Para mim foi um justo vencedor. O tema “Amar pelos dois” musicalmente está contagiante e mágico, o arranjo das cordas perfeito, e interpretação do Salvador única.
A combinação música e letra está como se costuma dizer…no ponto! A simbiose perfeita.
Fico feliz por Portugal levar algo diferente do que costumamos levar, e apostar mais na interpretação, no sentimento, na musicalidade do que na aparência e o dito “show off”.
Rui Drumond

Agradecemos a Hélder Reis, Lena D’Água e a Rui Drumond a sua colaboração nesta rubrica.

Fonte: Festivais da Canção | Depoimentos recolhidos por Carlos Portelo e Miguel Meira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s