No dia em que você nasceu… Carlos Quintas, David Rangel e Vítor Mamede

Hoje temos três aniversariantes: Carlos Quintas, David Rangel e Vítor Mamede.

O nosso primeiro aniversariante é Carlos Quintas, nascido em Faro a 9 de abril de 1951. Começou como ator no início da década de 70, em Luanda, onde participou em várias peças. Venceu por duas vezes o Festival da Canção de Luanda. A sua estreia em Portugal deu-se em 1975, no Teatro Variedades, no Parque Mayer, dirigido por António do Cabo, numa peça com Laura Alves. No ano seguinte, participou no musical Godspell, fazendo o papel de Jesus Cristo e tendo um enorme êxito. Ao longos dos anos participou em inúmeras peças de teatro em todos os géneros, da comédia à revista, passando pelos musicais ou pelo teatro de autor. Destacam-se as presenças em A Severa (1990); Passa Por Mim No Rossio (1992); Maldita Cocaína (1993); Amália (2000); My Fair Lady (2005); Música No Coração (2006); A Gaiola das Loucas (2009); Judy Garland (2012), entre muitas outras. Estas últimas peças são todas de Filipe La Féria, com quem tem colaborado tanto em teatro como em televisão, em destaque nos programas Cabaret (1995) e Todos Ao Palco (1996). Participou também em algumas séries e novelas Ricardina e Marta (1988); Os Lobos (1998) ou A Lenda da Garça (1999).

Como cantor destacou-se no final da década de 70, tendo editado vários discos com sucesso como por exemplo os temas Um Nome Isabel ou Viver, Viver, com autoria de Carlos Paião. As suas versões dos temas Vocês Sabem Lá ou De Degrau em Degrau também rapidamente se tornaram num enorme sucesso. Gravou oito singles de 1977 até 1987. Em 1998 fez com Simone de Oliveira o espetáculo Quem Tem Boca Vai Ao Roma, no antigo Cinema Roma, onde foi apresentador, autor e cantor. Foi ele o letrista do tema vencedor do Festival da Canção 1978, Dai-Li-Dou, interpretado pelo grupo Gemini e que representou o nosso país na Eurovisão desse ano. Participou ainda no entre-act do Festival da Canção 2000, na homenagem a Amália concebida por Filipe La Féria.

David Rangel nasceu a 9 de abril de 1986, em Lisboa, onde vive. Estudou na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e na Universidade Lusíada. É guitarrista e tem ao longo dos tempos passado por vários grupos como os Quinto B, os Diabolic Mental State ou os Trip Inn. Tem também tocado com Ivo Lucas e foi com este que participou como guitarrista no Festival da Canção 2014 no tema Eu Vou, com letra e música de João Só, que se ficou pela semifinal. Em palco estavam também Filipe Ferreira na percussão e Pedro Coelho, Ricardo Quintas e Jonas Cardoso nos coros.

O nosso último aniversariante é Vítor Mamede. Nasceu em Lisboa a 9 de abril de 1950 e desde muito cedo que a música se tornou na sua vida, principalmente como baterista afamado. Começou aos 14 anos no grupo rock Chinchilas como baterista, tendo depois saído no início da década de 70, quando integrou durante dois anos o Quarteto 1111. Também no início dessa década esteve nos Sindicato, grupo formado também por Jorge Palma, Rão Kyao, João Maló, entre outros. Em 1973 entrou nos Green Windows, grupo no qual se manteve até 1976. Nesta altura era namorado da atriz e cantora Rita Ribeiro. Colaborou ao longo dos anos com inúmeros artistas, como baterista ou produtor, destacando-se Carlos do Carmo, Tonicha, Banda do Casaco, José Jorge Letria, Jorge Palma, José Cid, Fernando Tordo, Xarhanga, os Intróito, entre muitos outros. Teve também uma carreira como produtor televisivo tendo sido ele o responsável pela produção das primeiras novelas portuguesas: Vila Faia (1982) e Origens (1983). Era sócio da Edipim em conjunto com Thilo Krasmann. Foi produtor também de algumas séries televisivas: Gente Fina É Outra Coisa (1982); Chuva de Maio (1990); Nem o Pai Morre… (1990); Os Bonecos da Bola (1993) e também do Herman Enciclopédia (1997). Tem feito algumas aparições esporádicas em reuniões dos Chinchilas e do Conjunto Mistério, com os quais tem tocado ao vivo.

A primeira participação em Festivais foi no Festival Eurovisão da Canção 1973, onde foi elemento de palco do tema Tourada, interpretada por Fernando Tordo, tendo feito coros e tocado pandeireta. No ano seguinte participou com os Green Windows no Festival da Canção 1974, na interpretação dos temas Imagens (3º lugar) e No Dia Em Que O Rei Fez Anos (2º lugar). Em 1977 voltou ao certame, com o Quarteto 1111, com uma formação composta também por Luís Duarte, Rui Reis e Armindo Neves, que interpretam a versão B do tema O Que Custar, classificando-se em 9º lugar com 11546 pontos. A sua última participação direta no certame foi no Festival da Canção 1978 quando foi compositor de dois dos temas concorrentes: Porquê, Meu Amor Porquê, interpretado por José Cid (6º lugar), e da canção vencedora Dai-Li-Dou, cantada pelos Gemini, que representaram Portugal em Paris no Festival Eurovisão da Canção desse ano. Passou também por vários Festivais da Canção como instrumentista de palco, o primeiro deles em 1973, quando nessa função acompanhou oito das dez canções. Em 1974, também como instrumentista de palco esteve a acompanhar o tema A Rosa Que Te Dei, interpretado por José Cid. Desempenhou também as mesmas funções no tema O Pecado Capital, interpretado por Fernando Girão & Jorge Palma no Festival da Canção 1975.

Curiosidades deste dia 9 de abril:

Em 1413, neste dia, Henrique V é coroado Rei de Inglaterra.

A 9 de abril de 1782 tem início a Batalha de Saintes, da Guerra de Independência dos Estados Unidos da América.

Leon Scott faz com o seu fonoautógrafo a mais antiga gravação de voz conhecida, a 9 de abril de 1860.

Também neste dia, mas em 1916, dá-se uma das mais duras batalhas da I Guerra Mundial, a Batalha de Verdun e dois anos mais tarde, o Corpo Expedicionário Português é esmagado pelas tropas alemãs na Batalha de La Lys.

Em 1957, neste dia, o Canal do Suez, no Egipto, é aberto para transporte e dez anos mais tarde, o primeiro Boeing 707 faz o seu voo inaugural.

A 9 de abril de 1991 a Geórgia torna-se independente da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Também neste dia, mas em 2005, Carlos, Príncipe de Gales, casa-se com Camilla Parker-Bowles.

Hoje estão também de parabéns: Charles Baudelaire, poeta francês (1821); Leopoldo II, rei da Bélgica (1835); Léon Blum, político francês (1872); Hugh Hefner, empresário americano (1926); Jean-Paul Belmondo, ator francês (1933); Adriano Correia de Oliveira, cantor português (1942); António Bagão Félix, político português (1948); Dennis Quaid, ator americano (1954) e Jorge Andrade, futebolista português (1978).

Também é hoje aniversariante a cantora grega Tania Tsanaklidou, que representou o seu país no Festival Eurovisão da Canção 1978, com o tema Charlie Chaplin (vídeo aqui), classificando-se em 8º lugar com 66 pontos.

Neste dia faleceram: Lourenço de Médicis, político italiano (1492); François Rabelais, escritor francês (1553); Francis Bacon, filósofo inglês (1626) e Frank Lloyd Wright, arquitecto americano (1959).

O nosso site deseja a Carlos Quintas, David Rangel e Vítor Mamede um excelente dia de aniversário, com tudo o que mais desejam a nível pessoal e profissional e com a continuação de muito sucesso. Muitos parabéns!

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.