Joana Melo, Nuno Duarte e Yola Dinis comentam “Amar pelos Dois”

Os testemunhos sobre a canção portuguesa ao Festival Eurovisão da Canção 2017 estão a chegar à nossa redação a um bom ritmo. O repto que lançámos a várias figuras públicas está a ter uma resposta massiva por parte de quem quer expressar o seu sentir sobre a composição de Luísa Sobral, Amar pelos Dois, assim como sobre a interpretação de Salvador Sobral.

Hoje continuamos a publicar mais três declarações, desta vez os signatários são Joana Melo, Nuno Duarte e Yola Dinis.

Joana Melo ficou conhecida do grande público aquando da sua participação na primeira edição do programa para novos talentos Operação Triunfo e desde então ficou nas canções. Joana Melo integrou o grupo Lisboa Não Sejas Francesa que em 2008 defendeu no Festival da Canção o tema de Miguel Majer e Ricardo Santos, Ponto de encontro.
Fique com as palavras desta intérprete sobre a nossa canção para a Eurovisão:
Já acompanho o trabalho do Salvador há muito tempo … o seu carisma … talento… brilho no olhar … timbre especial … interpretação especial fez-me estar muito atenta ao que iriam apresentar no Festival da Canção… ele e a Luísa … sou fã da música … sou fã do intérprete … da sua forma genuína de verdade … da sua forma genuína de interpretação … da sua forma genuína de dizer as palavras … A Luísa fez uma música dentro do seu género que encaixou perfeitamente na interpretação do Salvador! De salientar o arranjo de cordas magnífico que dá base a todo um poema cheio de intensidade / musicalidade … e música é isso mesmo … intensidade … verdade … acredito que em qualquer parte do mundo … irão perceber isto mesmo… adoro … sou fã! Confesso que inicialmente questionei a questão “não ser uma música festivaleira” mas também o que é isso?!?! Estamos a falar de música certo?!?! Música é música … seja de que forma for… estilo for … importante é ser verdadeira e sentida … e só assim conseguiremos marcar a diferença ! Eu acredito que este ano fazemos a diferença na Eurovisão … espero que a RTP apoie todo este processo e que esteja ao nível desta canção. De resto o Salvador já ganhou … todo o reconhecimento que tem tido do público em geral… mais que merecido.
Joana Melo 

Nuno Duarte ficou conhecido do grande público como o Jel dos Homens da Luta. Este grupo ganhou o Festival da Canção em 2011 com a composição A luta é alegria e representou Portugal na Eurovisão, na cidade de Düsseldorf, na Alemanha.
As declarações deste intérprete aqui:
Gosto da canção, é bastante elegante e minimal, um género de Chet Baker meets Caetano Veloso. A performance também ajuda a criar empatia com o tema. Acho que pode alcançar o melhor resultado de sempre no ESC. Tendo em conta que a final é a 13 de maio acredito que pode acontecer um milagre.
Nuno Duarte

Yola Dinis é fadista, detentora de uma grande voz, trabalha diariamente no Café Luso, em Lisboa. Yola defendeu o tema de Nuno Marques da Silva e de Nuno Feist, Outra vez Primavera, na semifinal e final do Festival da Canção 2015.
O testemunho desta fadista sobre a canção Amar pelos Dois:
” Amar pelos dois” é a mistura maravilhosa da simplicidade, da doçura e do amor. Não me canso de a ouvir, pois é tão delicioso ouvi-la. Espero que o Salvador traga para casa (já não peço a vitoria) uma bela pontuação!
Yola Dinis

Amanhã voltaremos com mais comentários à canção sensação do ESC2017 que por sinal é portuguesa. Aceda aqui aos comentários anteriores.

Fonte: Festivais da Canção | Testemunhos recolhidos por Carlos Portelo e Miguel Meira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s