Esta Festa das Canções – O nosso painel comenta a canção da Geórgia

A Geórgia é um dos mais recentes países no ESC. Este país iniciou as suas participações neste evento em 2007, tendo-se ausentado apenas em 2009. A melhor classificação, obtida por este país, foram dois nonos lugares, respetivamente em 2010 e 2011.
A Geórgia apenas não alcançou a grande final em 2012 e 2014.
A estação de televisão da Geórgia selecionou a sua intérprete através de uma seleção interna e a canção foi apurada mediante uma Final Nacional. O tema chama-se Keep the Faith e vai ser interpretado por Tamara Gachechiladze. É a canção nº 2 da primeira semifinal.
Aceda aqui ao nosso destaque sobre a canção da Geórgia.

Comentários dos nossos convidados especiais à canção da Geórgia:

João FerreiraTako Gachechiladze entrará em palco com uma balada melodramática, com uma interpretação seguríssima, uma das melhores vozes deste ESC. Porém, “Keep the faith” terá mesmo, na minha opinião, de contar com a fé para seguir para a Final da Eurovisão 2017. O tema, com intenções universais, não consegue quebrar a barreira, do lugar-comum. A letra desta canção, com intenções interventivas, é de tal maneira primária, que a transforma a certo momento num propósito banal que, de qualquer maneira, encontramos presente em todas as edições do ESC. Ponto positivo? A intérprete tem noção de palco e é detentora de grande estilo. Chegará para alcançar a Final? Fé…fé…fé! 14/20

Jorge MangorrinhaA fé será a última coisa a perder para se ganhar a paz e, com as devidas distâncias, a Eurovisão? 20/20

Nina PintoUma balada bem interpretada mas igual a tantas outras que já ouvimos em edições anteriores. Não me parece que tenha lugar na final. 09/20

Nuno Marques da SilvaA Geórgia mantém a fé que a onda politica se mantenha e apresenta-nos uma balada carregada de simbolismo e mensagens politicas com umas “alfinetadas” aos vizinhos russos. Quem sabe se a moda pega… Uma boa intérprete mas não sei se chegará para ir assim tão longe. Ainda assim a simpatia dos vizinhos e algum sentimento anti-russo podem ajudar.  12/20

Pedro SáNão me convence minimamente. Canção ultrapassada e que facilmente fica esquecida. E não há sequer pormenores de interpretação que a possam tornar num valor acrescentado. 07/20

Sérgio Lourosa AlvesUma das baladas da Eurovisão deste ano, uma entre muitas, mas que se destaca por uma intérprete sublime, revivalismo saudosista de uma Whitney Houston. O vestido a brilhar no final da música, as imagens fortes sobre o estado político-militar em que vivemos, dão significado a uma música que repetidamente reforça a ideia de mantermos a Fé. Os coros “gospel” dão uma força interessante à música, que tem a estrutura correta, pois o final apoteótico é antecedido por um bridge quase à capela. Gosto muito. São duas poderosas músicas para começar a Eurovisão 2017. 18/20

Sofia Lopes VieiraApesar de, pessoalmente, não apreciar alguns artifícios vocais da cantora, um tanto exagerados, esta é sem dúvida uma canção onde se destaca o poder vocal da Tamara. Sem grande novidade ao nível da construção musical, a mensagem de carácter social poderá valer-lhe uma boa classificação, apresentando um texto que se cola aos slogans do ESC apelando à união e à tolerância em tempos conturbados como aqueles que vivemos. 15/20

Carluz Belo Apesar da melodia da canção ficar presente, acaba por ter uma cadência de acordes já bastante escutada e utilizada em canções do género. Há algumas limitações no timbre da vocalista, que apesar disso consegue interpretar a canção razoavelmente. Chama a atenção para os conflitos entre nações – uma boa intenção, mas que me parece pouco conseguida. 12/20

Comentários dos elementos do site Festivais da Canção à canção da Geórgia:

Carlos PorteloUma balada muito forte musical e melodicamente. É um grito bem atual para mantermos a fé, contra o terrorismo, a fome e as guerras, Mas para certas mentes é em nome de uma tal fé que se mata e se cometem as maiores atrocidades. É uma balada tradicional e intemporal que alcançará a final com a ajuda dos vizinhos tão fiéis e infiéis! Eu gosto do género! 14/20

Gonçalo CoelhoNão percebo o porquê de esta canção estar tão em baixo nas sondagens. Não merece ser tão desconsiderada pelos fãs. Não é nada particularmente inovador ou genial, mas é uma canção forte, com uma mensagem bonita e interpretada por uma voz poderosa. O poder interpretativo da Tamara e a segurança que revela em palco deixam-me seguro de que este será um bom momento da primeira semifinal. Eu gostava de a ver na final, e creio que poderá ter apoio do júri para o conseguir. 14/20

Guilherme RuivoNão é, com certeza, a melhor canção deste país na Eurovisão, mas não é também de forma alguma uma mancha. É uma balada bonita e sentida, mas que apenas é elevada pela intérprete. Lembra-me o que poderia ser uma canção albanesa, mas melhor. E, apesar de não parecer, a verdade é que esta canção é bastante orelhuda. Mesmo depois de apenas uma audição o grito “keep the faith” nunca mais me saiu da cabeça. Não vai ser nenhuma surpresa em termos de classificação, mas acho que tem boas hipóteses de passar a semifinal e chegar à meia-tabela na final. 15/20

João VeladaUma balada dramática que vai crescendo até ao final e servida por uma voz feminina bastante forte. É certo que não é um género que não estejamos habituados a ouvir em edições eurovisivas anteriores, mas não deixa de ser uma canção com os seus méritos. É astronomicamente melhor do que a proposta georgiana de 2016, mas tenho algumas dúvidas de que passe à final. 14/20

Luís PereiraUma balada forte mas também encontro muitas parecenças com sonoridades já conhecidas no passado. Gosto da mensagem. Penso que para passar à final vai depender da forma como a vão apresentar em palco. Espero que consigam. 14/20

Maria Fernanda Fonseca“Keep The Faith”, cantada em inglês é uma balada poderosa, quão poderosa é também a sua intérprete, a interpretação, a musicalidade, mas sobretudo é na mensagem transmitida na letra que eu digo que vai ser bem ouvida e votada para estar na final. 14/20

Miguel MeiraBalada muito bonita e melodicamente bem construída. Um grande tema e que Tamara interpreta com toda a intensidade. A voz dela no entanto no início deverá transmitir mais segurança. Será certamente uma das finalistas e quanto a mim, um dos grandes temas deste ano! Parabéns Geórgia e Tamara! 18/20

Vasco da Câmara PereiraBalada em crescendo, antiquada e aborrecida. Tamara tem um timbre vocal poderoso e bem trabalho, mas a gritaria é mais do que muita, que é impossível apreciá-lo verdadeiramente. A meio da canção já estou a morrer de dores de cabeça e a desejar intensamente por um minuto de silêncio. 08/20

André Miguel GodinhoUma balada clássica e muito bem interpretada. Tem uma carga emocional muito intensa, com uma mensagem muito forte. Falta-lhe talvez alguma originalidade para se fazer destacar ainda mais. 16/20

Pontuação Média dos Jurados Convidados: 13,37 | Pontuação Média dos Jurados do Site Festivais da Canção: 14,11
Pontuação Total: 234 pontos | Pontuação Média de todos os jurados: 13,76
Intervalo de Pontuação entre: 7 e 20 respetivamente de Pedro Sá e Jorge Mangorrinha

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s