Esta Festa das Canções – O nosso painel comenta a canção da Polónia

A Polónia iniciou as suas participações no Festival Eurovisão da Canção em 1994, tendo-se ausentado em 2000, 2002, 2012 e 2013.
A melhor classificação polaca no ESC foi o 2º lugar obtido por Edyta Górniak em 1994, esta foi a única vez que a Polónia marcou presença num Top 5 do ESC.
Desde a implementação das semifinais no ESC (2004) e nos 11 anos que a Polónia concorreu viu cinco canções suas alcançarem a final, enquanto as restantes seis se quedaram pelas semifinais.
Este ano a TVP organizou a sua final nacional, Eurovision Krajowe Eliminacje, onde foi eleita a canção Flashlight por Kasia Moś para representar as cores polacas em Kiev.
A canção polaca vai ser a 11ª a desfilar na primeira semifinal que terá lugar a 9 de Maio em Kiev.  Aceda aqui à nossa ficha para a canção da Polónia.

Comentários dos nossos convidados especiais à canção da Polónia:

Jorge MangorrinhaSerá que esta lanterna alumia longe?  17/20

Nina PintoEste ” Flashlight” da Kasia Mós tem a sua grande força na interpretação. Uma grande cantora nascida no seio de uma família de músicos interpreta esta ”Dark ballad” de forma exímia. 16/20

Nuno Marques da SilvaUma boa oportunidade para um brunch durante a primeira semifinal. Prémio para a música em que nada acontece. Uma melodia perdida sem flash nem light.  07/20

Pedro SáQuem como eu gosta das canções mais arrojadas que a Geórgia nos tem trazido tem necessariamente que gostar disto. Claro que nunca na vida se passar à final vai conseguir sair do bottom 6, mas isso é o menos importante.  14/20

Sérgio Lourosa Alves – Uma música que posso definir como aborrecida. Não é apelativa, é demasiado sombria e não consegue criar uma envolvência que prenda o espetador. Não sei como será a encenação em palco, mas, ao ser ouvida, não apetece ouvir até ao final. Não me desperta qualquer sentimento, é uma música em branco. Parece que não sai do mesmo, mas a intérprete tem um timbre interessante, e a parte final com os seus “ad-libs” acaba por compor a música. 06/20

Sofia Vieira LopesA Polónia apresenta uma voz que promete, mas que nesta canção não passa de uma voz mediana, talvez demasiado camuflada pela utilização da electrónica. Como outras canções, é composta numa lógica de crescendo onde o arranjo para cordas e a voz vão ocupando os lugares de destaque. 13/20

Carluz BeloPessoalmente, não sinto afinidade com o timbre da vocalista. Uma canção muito pouco inspirada. O recurso aos acordes menores (que são considerados “tristes”) está-se a vulgarizar, pois começam a ser usados ao acaso e sem paixão. Esta canção é um bom exemplo do que não se deve fazer. Os arranjos estão bem produzidos e tentam transmitir um ar “grave e sério”, mas na minha ótica, isso não salva a canção. 10/20

João FerreiraPouco a dizer tenho sobre esta canção. Outro tema banal, uma balada chata, uma voz no máximo mediana, que não oferece nada de substancial a esta 1ª semifinal. Facilmente descartável, pode ser claramente substituída por uma conversa de circunstância na noite eurovisiva. Demasiadamente genérico. “Flashlight” e Kasia deverão ir para casa mais cedo. Sem direito a Final. 07/20

Comentários dos elementos do site Festivais da Canção à canção da Polónia:

Carlos PorteloUma aposta musical e interpretativamente forte que poderá ganhar ainda mais força no palco eurovisivo. Por vezes os videoclipes retiram a garra que as canções poderão ter e a verdade das mesmas. Um tema muito diferente do que a TVP nos apresentou o ano passado, a entrada polaca deste ano não faz a diferença e a do ano passado fazia. 14/20

Gonçalo CoelhoEsta música fica muito longe da qualidade e universalidade da proposta que a Polónia apresentou no ano passado. Esta Flashlight tem até um refrão interessante, mas os versos são o exato oposto e, no geral, ficamos com a sensação de que a música não desenvolve o necessário para se tornar boa e prender a nossa atenção. Esqueço a melodia todas as vezes que a canção acaba de tocar, o que não é um bom indicador numa competição como esta. Kasia tem uma boa voz e espero que tenha uma apresentação à altura para acrescentar valor a esta muito mediana e esquecível canção. 12/20

Guilherme RuivoÉ um canção bastante mediana. É agradável de se ouvir e a cantora é bastante competente, mas não tem nada de especial. Tem uma mensagem bonita e que vai de acordo com o slogan desta edição, mas perde-se com o refrão. Não sei se veremos a Polónia na final este ano, especialmente tendo em conta que subirá ao palco entre duas das canções mais uptempo desta eliminatória. Mesmo que passe, não é memorável o suficiente para sair das últimas posições. 14/20

João VeladaMais uma balada dramática em crescendo servida por uma grande voz feminina, entrando assim para o mesmo grupo onde já se encontram a Geórgia e a Albânia. Ainda assim, para mim esta é a melhor das três canções em causa e a melhor que a Polónia traz desde o seu regresso em 2014. A orquestração da parte final da canção é uma grande mais-valia. É certo que estará na final. 18/20

Luís PereiraOutra balada interessante no entanto creio que a forma como a vão colocar em palco irá determinar a sua passagem ou não à final. 12/20

Maria Fernanda Fonseca“Flashlight” é mais um tema interpretado por uma mulher, e bem na minha opinião. Kasia Moś é ela que faz a canção, ajudada na parte final por uma bonita musicalidade pelo que poderá fazer com que este país possa estar na grande final. Porém mais uma canção sem inovação e igual a tantas que já ouvimos neste concurso.  10/20

Miguel MeiraPoderia ser uma balada excelente, mas o recurso a efeitos eletrónicos faz com que a música seja totalmente desvalorizada! Grande interpretação de Kasia Moś, que valoriza substancialmente a música! Aliás o bom deste tema é mesmo a capacidade vocal da sua intérprete. Creio que a Polónia vá ficar mais uma vez pela semifinal. 14/20

Vasco da Câmara PereiraBalada dramática noir, com um final apoteótico. Eis uma canção que aprendi a gostar e que tem subido consideravelmente na minha tabela classificativa. Para além de uma boa voz e de uma presença marcante, a grande mais valia desta canção é sem sombra de dúvida a sua soberba orquestração. 16/20

André Miguel GodinhoUma boa balada com uma sonoridade atual e bem interpretada. Falta-lhe talvez um rasgo de alguma originalidade que a faça destacar-se. 14/20

Pontuação Média dos Jurados Convidados: 11,25 | Pontuação Média dos Jurados do Site Festivais da Canção: 13,78
Pontuação Total: 214 pontos | Pontuação Média de todos os jurados: 12,59
Intervalo de Pontuação entre: 06 e 18 respetivamente de Sérgio Lourosa Alves e de João Velada

Posição País Pontos Média
Portugal 327 19,23
Finlândia 296 17,41
Bélgica 251 14,76
Austrália 246 14,47
Geórgia 234 13,76
Suécia 229 13,47
Azerbaijão 224 13,18
Polónia 214 12,59
Albânia 211 12,41
10º Grécia 185 10,88
11º Montenegro 153 09,00

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s