Esta Festa das Canções – O nosso painel comenta a canção da Letónia

A Letónia iniciou as suas presenças no Festival da Eurovisão em 2000 e desde este ano que nunca falhou uma participação.
A LTV venceu este certame em 2002 precisamente no ano em que Portugal recusou o convite da EBU e deu lugar ao país que se seguia na tabela classificativa, e esse país era a Letónia.
As canções da Letónia atingiram três vezes o Top 5.
Desde a implementação do sistema das semifinais a Letónia conseguiu passar à final por seis vezes, contra sete em que não conseguiu o apuramento.
Este ano a LTV levou a efeito o habitual Supernova onde foi apurada a canção Line por Triana Park. A Letónia vai fechar o desfile das canções concorrentes na primeira semifinal que vai ter lugar no dia 9 de Maio. É a canção nº 18 da primeira semifinal.
Aceda aqui à nossa ficha para a canção da Letónia.

Comentários dos nossos convidados especiais à canção da Letónia:

Carluz BeloA rugosidade da voz da intérprete não que cativa particularmente. O tema não consegue captar a minha atenção. Tenta apelar às pistas de dança, mas tem uma produção musical pouco conseguida para o efeito. O poema em inglês também não é interessante e a canção parece bastante vazia a vários níveis. Uma das mais pobres da noite. 04/20

João FerreiraA última música da primeira semifinal tem a vantagem disso mesmo: ser a última a atuar. E o coro…especialmente a linha melódica do coro. Adoro. Tudo o resto considero dispensável. A composição no seu geral é linear, a interpretação não faz absolutamente nada o meu género. Será um resultado de constipação, sinusite ou qualquer outra alergia? Não me convence minimamente mas parece agradar a um vasto público eurovisivo. Serei só eu? E se for? 08/10

Jorge MangorrinhaNa linha mediana. 12/20

Nina PintoUma canção muito na linha do que este país já nos apresentou em anos anteriores mas a meu ver para pior. Creio que falhará a final. 09/20

Nuno Marques da SilvaParece que os autores desta canção são mesmo fãs de Warrior da Georgia. Lembram-se? Até o videoclip nos remete para essa brilhante apresentação da Geórgia. Mas no fundo é só mesmo isso. Na minha opinião das mais fracas ou até a pior de todas as canções desta semifinal . 04/20

Pedro SáEstranho…cada vez que a oiço gosto menos dela…mas é algo absolutamente dentro dos standards actuais pop e dance. 14/20

Sérgio Lourosa AlvesA Letónia volta apresentar, pelo terceiro ano consecutivo, uma música muito diferente de todas as restantes e do que se faz atualmente na música. É sempre positivo pela originalidade o que a Letónia traz à Eurovisão. Eletrónica, mas com um início que não espera um refrão tão ritmado, e as modelações de ritmo são uma constante ao longo da música, o que a faz ser muito interessante, com diferentes tipos de crescendo. Contudo, a voz da vocalista da banda por vezes não está segura, desafina um pouco, terá que trabalhar mais a passagem para voz de cabeça e corpo da própria voz sempre na mesma dinâmica. 11/20

Sofia Vieira LopesNão gosto da canção nem da voz. Na minha opinião, uma canção igual a tantas outras. Poderá resultar para os apreciadores da música electrónica mas, para mim, só resulta mesmo como conclusão desta primeira semifinal, trazendo uma canção para dançar e terminando esta primeira etapa do concurso com alguma animação. 11/20

Comentários dos elementos do site Festivais da Canção à canção da Letónia:

Miguel MeiraA Letónia continua a apostar na música eletrónica desde o sucesso de Aminata. Pessoalmente não me diz muito, mas por atuar na última posição poderá ter lugar garantido na Final. Vocalmente também não gosto do timbre da cantora. Um dos piores temas desta semifinal. 10/20

Vasco da Câmara PereiraCanção com grandes potencialidades, mas que parece inacabada / em bruto. Gosto da linha melódica, gosto do ideal musical inerente, mas fico com a sensação que a canção nunca arranca verdadeiramente e que teria muito mais para dar. 14/20

André Miguel GodinhoA Letónia mais uma vez com uma aposta um pouco alternativa dentro da linha pop. Uma canção musicalmente interessante e suficientemente orelhuda para cativar à primeira audição. 12/20

Carlos PorteloUm conceito do qual não sou fã. É preciso ser muito bom dentro do género para me cativar, mas fica bem para passar numa discoteca eurovisiva ou não. Não traz nada de novo. Duvido que seja finalista por mim ficaria mesmo pela semifinal. 06/20

Gonçalo CoelhoAdmiro muito o esforço desenvolvido pela televisão letã nos últimos três anos no que diz respeito à sua final nacional e ao trabalho desenvolvido até à Eurovisão. Longe vão os tempos da Beautiful Song ou da Cake to Bake; agora, a Letónia é uma garantia de qualidade, frescura e modernidade. Line é uma canção muito interessante, ainda que algo estranha à primeira audição. Com o tempo, vamos ganhando simpatia por este tema eletrónico, que tem uma estrutura nada linear nem previsível. Em estúdio pode parecer saturante, mas ao vivo a canção ganha mais força devido ao carisma da intérprete e à forma como ela sente a canção. É preciso, no entanto, melhorar vocalmente. A entrada da Letónia tem ritmo e loucura suficiente para fechar em grande a semifinal e conseguir os votos essenciais para passar à final. 15/20

Guilherme RuivoA Letónia é um dos países que de facto aprendeu com os erros e depois de últimos lugares em semifinais e canções duvidosas, voltou com uma grande canção em 2015 e continua. É no mesmo estilo do que as últimas duas entradas letãs, mas ainda assim é muito catchy e vai permitir um belo espetáculo de 3 minutos. Além disso, vai encerrar a semifinal. É quase impensável a não passagem desta canção à final, mas aí não irá brilhar tanto, devendo ficar na parte mais baixa da segunda metade da tabela. Por mim estaria seguramente nas 10 primeiras. 17/20

João VeladaEste país parece ter descoberto uma fórmula de sucesso desde 2015 com uma sucessão de canções alternativas e eletrónicas. Por comparação, esta de 2017 é, quanto a mim, a melhor das três, embora não seja algo muito de encontro ao meu gosto pessoal. Ainda assim, com uma boa atuação poderá ser uma surpresa muito positiva e um resultado no top 10 é perfeitamente possível. 15/20

Luís Pereira – Começa muito bem mas depois torna-se demasiado repetitiva. Não creio que passe à final. Vamos ver como é que vão apresentar a canção em palco. 06/20

Maria Fernanda FonsecaTêm de haver canções mais fracas para as outras poderem brilhar. Esta é uma delas. Mais um tema sem inovação, batidas musicais cansativas, repetitiva, e maçadora. Um dos temas mais pobres desta semifinal. 06/20

Pontuação Média dos Jurados Convidados: 9,12 Pontuação Média dos Jurados do Site Festivais da Canção: 11,22
Pontuação Total: 174 pontos | Pontuação Média de todos os jurados: 10,23
Intervalo de Pontuação entre: 04 e 17 respetivamente de Carluz Belo/Nuno Marques da Silva e de Guilherme Ruivo.

Posição País Pontos Média
Portugal 327 19,23
Finlândia 296 17,41
Bélgica 251 14,76
Austrália 246 14,47
Arménia 240 14,12
República Checa 237 13,94
Geórgia 234 13,76
Suécia 229 13,47
Eslovénia 227 13,35
10º Azerbaijão 224 13,18
11º Polónia 214 12,59
12º Albânia 211 12,41
13º Chipre 206 12,12
14º Islândia 205 12,06
15º Grécia 185 10,88
16º Letónia 174 10,23
17º Montenegro 153 09,00
18º Moldávia 133 07,82

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s