André Sarbib, Carla Pires, Gerardo Rodrigues e Tiago Ribeiro comentam “Amar pelos Dois”

Continuamos a publicar as mensagens que temos recebido sobre a canção portuguesa para o Festival Eurovisão da Canção deste ano, o tema de Luísa Sobral, interpretado por Salvador Sobral que se intitula Amar pelos Dois. Estamos a verificar uma enorme onda de apoio em torno do nosso tema e os comentários que temos recebido são prova disso. O tema composto por Luísa Sobral para o seu irmão está a emocionar e cativar a opinião pública.

Hoje publicamos mais quatro testemunhos, desta vez de André Sarbib, Carla Pires, Gerardo Rodrigues e Tiago Ribeiro.

André Sarbib nasceu a 6 de Maio de 1952. É um músico conceituado no panorama do jazz português. Vive no Porto e tem feito inúmeros espetáculos com uma componente jazzística na cidade invicta. Introduziu as big bands em Portugal e fez parte de vários grupos como os Tártaros, os Albatroz e os Arte & Ofício. É pianista e, apesar de ser um músico mais de palco, já editou vários CDs sobretudo na década de 90. O seu trabalho discográfico mais recente data de 2008 e tem por título This Is It. Participou no Festival RTP 1984, integrado no Quinteto Paulo de Carvalho, com o tema (Já) Pode Ser Tarde e dez anos depois volta como membro do júri de sala nas semifinais do Festival RTP 1994. Mais recentemente integrou o júri do Porto, em dois festivais.
Fique com as palavras de André Sarbib sobre a nossa canção:
Fiquei muito contente pela música que ganhou e também com uma bela letra. Já não era sem tempo que apareceu algo fresco, bonito e extremamente bem interpretado. Será que é desta que vamos ter a melhor qualificação de sempre??? Espero bem que sim.
E também com um arranjo lindíssimo e simples, não é complicando que se conseguem os melhores resultados na música, bem pelo contrário.
André Sarbib

Carla Pires nasceu a 16 de Novembro em Lisboa, cidade onde atualmente reside. A sua carreira começou nos anos 90, quando em 1993 participou no programa Chuva de Estrelas e nos dois anos seguintes fez parte do projeto Palco de Estrelas, promovido por Paco Bandeira. Deu voz também a vários temas de bandas sonoras de novelas dos anos 90, nomeadamente Roseira Brava. Representou Portugal no Festival de Salónica em 1996, onde se classificou em 1º lugar e no ano seguinte tenta a sua sorte no Festival da Canção com o tema Gaivotas de um Mar Revolto, no entanto fica-se pelas semifinais. Em 2002 deu voz ao Quinteto Amália, um projeto com temas da fadista. Como atriz Carla Pires fez parte do elenco das novelas O Olhar da Serpente (2002) e A Outra (2008), para além do musical Amália (2000). Em 2011 participou novamente no Festival da Canção com o belíssimo tema Voar Alto, da autoria de Paulo Abreu Lima e da própria Carla Pires, tendo inexplicavelmente ficado de fora da grande final. Tem três trabalhos editados: Ilha do Meu Fado (2005), Na Rota das Paixões (2011) e Aqui (2016). É um dos grandes nomes do fado atual, levando a nossa música a todo o mundo.
Também ela não ficou indiferente à canção de Luísa Sobral e deixou-nos a seguinte mensagem:
“Amar pelos dois”… Difícil descrever aquilo que senti ao ouvir pela primeira vez o Salvador Sobral cantar este tema! Depressa dei por mim a voltar aos tempos áureos do Festival da Canção! Simplicidade, musicalidade… mas acima de tudo, verdade, e uma entrega que me fez esquecer por momentos tudo o resto!
“Alguém” questionava se era ou não uma música de “festival” e eu respondo, a música é universal não pode ter rótulos, ou nos faz sentir emoções ou não! Quanto a ti Salvador… basta apenas seres tu!…
Carla Pires

Gerardo Rodrigues nasceu a 23 de Dezembro em Nova Iorque, mas reside atualmente em Peniche. Completou os cursos de Piano e Composição na Escola Luís António Maldonado Rodrigues, em Torres Vedras, pelo Conservatório Nacional de Música. Lecionou no ensino público e privado e é diretor musical, músico, compositor e produtor. Em 2000 participou como compositor e orquestrador no Festival da Canção, com Ave Cega, interpretado por Pedro Portas e Sonhos Mágicos, por Liana, tendo esta última vencido o certame. Voltou no ano seguinte com o tema Na Promessa Desse Olhar, com o grupo Eden. Viveu nos Estados Unidos alguns anos e em 2010 regressou a Portugal, vivendo em Peniche, onde tem o seu estúdio. É professor de Piano e Formação Musical na Academia de Música Stella Maris em Peniche, desde Outubro de 2011, onde acumula a Coordenação Pedagógica. Acompanhou, como músico e diretor musical, vários artistas portugueses e produziu e gravou álbuns também para vários artistas nacionais.
Fique com as palavras de Gerardo Rodrigues acerca da nossa canção:
A minha opinião é mesmo a melhor possível. Acho que foi uma feliz surpresa e sorte nossa em termos um a representação como a que temos. Simples e tão sincero. Não há fórmulas para a Eurovisão. Apenas um tema sincero, e isso temos como há muito tempo não tínhamos. Desejo o melhor para o Salvador e para Portugal. Tenho muita fé na nossa classificação, mas mesmo que ficássemos (o que não irá acontecer) pela semifinal, continuarei a ter muito orgulho na nossa representação. Quem não gosta da canção ou não acredita nela, está no seu direito, mas abomino completamente qualquer tipo de ofensas que possam proferir.
Gerardo Rodrigues

Tiago Ribeiro nasceu a 30 de Julho de 1988, em Samora Correia, onde ainda hoje reside. É cantor e tem sido vocalista de algumas bandas como por exemplo os Hi-Fi Energy. Foi um dos finalistas do programa Portugal Tem Talento, na SIC e também esteve no programa Rising Star, na TVI, em conjunto com o seu irmão Jonatan Ribeiro. Em 2013 fez um dueto com Romana no tema Por Tantas Vezes, editado no CD desta cantora. Participou no Festival da Canção 2014, onde foi elemento do coro que acompanhou Zana no tema Nas Asas da Sorte. Encontra-se a preparar o lançamento do seu primeiro single, Não Me Deixes a Gostar de Ti.
Fique com as declarações deste cantor:
Acho que o Salvador representa verdade, representa o que há de bom na música, que é a partilha musical entre nós todos. Acho que é um pouco por aí que ele participou, que é para partilhar um pouco o dom que ele tem e a irmã na composição, e também a paixão com que eles se entregam nas letras e na musicalidade que têm os dois. Acho que por si só a música vai ganhar pontos porque vai representar o que é o nosso país, verdade, vai representar aquilo que nós somos, um país de emoções, um país em que lutamos por aquilo que nós queremos, embora às vezes seja difícil, mas acho que é o que esta música vai representar lá fora.
Tiago Ribeiro

Agradecemos a André Sarbib, Carla PiresGerardo Rodrigues e Tiago Ribeiro a sua colaboração. Aceda aqui aos comentários já publicados anteriormente.

Fonte: Festivais da Canção | Depoimentos recolhidos por Miguel Meira

Um pensamento sobre “André Sarbib, Carla Pires, Gerardo Rodrigues e Tiago Ribeiro comentam “Amar pelos Dois”

  1. Pingback: Adelaide Ferreira interpreta “Amar pelos Dois” |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s