Site oficial dá destaque às 10 melhores classificações de Portugal

O site oficial da Eurovisão destacou o nosso país esta semana, após a vitória de Salvador Sobral, referindo que nunca tínhamos alcançado o top 5, apesar de concorrermos há mais de 50 anos. A primeira participação de Portugal no Festival Eurovisão da Canção data de 1964, com Oração e António Calvário. 53 anos depois as nossas “preces” foram ouvidas e finalmente vencemos o certame com o tema Amar pelos Dois, numa interpretação magnífica de Salvador Sobral, que ficará na história deste concurso.

Os editores do site oficial revelam que a palavra coração é a mais utilizada nas letras das canções portuguesas e que Portugal será o coração da Europa, quando receber o Festival Eurovisão da Canção em 2018. Depois de 53 anos e 49 canções, o nosso país alcançou finalmente a vitória, dado que éramos o país que há mais tempo concorria sem nunca ter ganho. Agora é Malta o país que há mais tempo concorre, desde 1971, e que ainda nunca venceu.

O caso português é semelhante ao da Finlândia, que antes da vitória dos Lordi, em 2006, com Hard Rock Hallelujah, o melhor resultado que tinham era um 6º lugar alcançado por Marion Rung, em 1973 com o tema Tom, Tom, Tom. Também com Portugal se passou um caso semelhante, dado que antes desta vitória a nossa melhor classificação era um 6º lugar que Lúcia Moniz conseguiu no Festival Eurovisão da Canção 1996, com O Meu Coração Não Tem Cor.

Portugal classifica-se quase sempre na segunda metade da tabela, tendo ficado já três vezes em último lugar, apesar de sempre ocupar esta posição em conjunto com outros países. A primeira vez foi logo na nossa estreia quando Oração de António Calvário não obteve qualquer pontuação. Dez anos mais tarde, em Brighton, Paulo de Carvalho na interpretação de E Depois do Adeus, também se classificou em último lugar, com apenas 3 pontos dados pela Suíça e por Espanha. Em 1997 novamente o nosso país é posto em último lugar na tabela, desta vez com Célia Lawson e Antes do Adeus, também aqui com pontuação nula.

O site oficial destaca também a presença de Portugal que quase sempre apostou na sua língua nacional, apenas com alguns temas em português e inglês em 2003, com Rita Guerra e Deixa-me Sonhar (Só Mais Uma Vez), em 2005, com os 2B e o tema Amar e em 2006 com o grupo NonStop e a canção Coisas de Nada (Gonna Make You Dance). Em 2007, também Sabrina introduziu algumas frases em outras línguas enquanto interpretava Dança Comigo (Vem Ser Feliz). Neste ano de 2017, quando praticamente todos os países cantaram em inglês, Salvador Sobral provou que cantar na sua língua pode ser a receita para o sucesso.

Desde que foram introduzidas as semifinais em 2004 que Portugal apenas se classificou para a final em três anos consecutivos: em 2008, com Vânia Fernandes e o tema Senhora do Mar (Negras Águas); em 2009 com Todas As Ruas do Amor interpretado pelo grupo Flor-de-Lis e finalmente em 2010 com Filipa Azevedo a defender Há Dias Assim. Desde esse ano que nunca mais Portugal tinha estado presente numa final desde certame, até este ano Salvador Sobral e Amar pelos Dois conquistarem a Europa.

Depois de Portugal estar ausente no ano passado faz um retorno estrondoso, com este tema, alcançando a maior pontuação de sempre, 758 pontos, com o tema Amar pelos Dois, com autoria de Luísa Sobral e interpretação de Salvador Sobral e que deu a honra do nosso país de receber o Festival Eurovisão da Canção no próximo ano, algo que para a maioria dos fãs era impensável até há algum tempo atrás.

Para ler este artigo no site oficial da Eurovisão aceda aqui.

O site oficial revela que com a canção vencedora deste ano é a 10ª vez que o país alcança um top 10 na Eurovisão. Assim, os destaques vão para os temas do vídeo que poderá ver em baixo:

  1. Salvador SobralAmar pelos Dois – 1º lugar entre 42 concorrentes (ESC2017)
  2. Lúcia MonizO Meu Coração Não Tem Cor – 6º lugar entre 23 concorrentes (ESC1996)
  3. Vânia FernandesSenhora do Mar (Negras Águas) – 13º lugar entre 43 concorrentes (ESC2008)
  4. Sara TavaresChamar A Música – 8º lugar entre 25 concorrentes (ESC1994)
  5. José CidUm Grande, Grande Amor – 7º lugar entre 19 concorrentes (ESC1980)
  6. Dulce PontesLusitana Paixão – 8º lugar entre 22 concorrentes (ESC1991)
  7. Carlos MendesA Festa da Vida – 7º lugar entre 18 concorrentes (ESC1972)
  8. Flor-de-LisTodas As Ruas do Amor – 15º lugar entre 42 concorrentes (ESC2009)
  9. AnabelaA Cidade (Até Ser Dia) – 10º lugar entre 25 concorrentes (ESC1993)
  10. Manuela BravoSobe, Sobe, Balão Sobe – 9º lugar entre 19 concorrentes (ESC1979)

Fonte: Eurovision.tv

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s