ESC2017 – As Mais Injustiçadas – Prémios Festivais da Canção

As categorias que hoje vamos apresentar visam premiar aquelas canções que foram Mais Injustiçadas na classificação final e também a Melhor Apresentação em Palco.

Os Prémios referentes às Mais Injustiçadas do Festival da Eurovisão 2017 foram votados pelos nossos colaboradores que tiveram em consideração aqueles temas que no seu gosto pessoal eram muito boas e que depois na classificação final ficaram muito além do desejado.

Vamos agora revelar já a decisão do nosso júri no que diz respeito às Mais Injustiçadas do ESC2017. Depois de somadas todas as votações foi encontrada a canção Mais Injustiçada do ESC2017 e iremos também revelar o respetivo TOP10.

A canção Mais Injustiçada do Festival da Eurovisão 2017 foi Blackbird, interpretada pelo grupo Norma John que representou a Finlândia, com um total de 89 pontos e seis pontuações máximas. Em segundo lugar neste pódio ficou o tema Apollo, interpretado pelos Timebelle, da Suíça, com 46 pontos e uma pontuação máxima. Na terceira posição ficou Claudia Faniello e o tema Breathlessly, de Malta com 40 pontos.

Veja aqui o nosso TOP 10 para a Mais Injustiçada do ESC2017:
01º lugar – 89 pontos – Finlândia – Norma John – Blackbird
02º lugar – 46 pontos – Suíça – Timebelle – Apollo
03º lugar – 40 pontos – Malta – Claudia FanielloBreathlessly
04º lugar – 38 pontos – Irlanda – Brendan Murray – Dying To Try
05º lugar – 34 pontos – Islândia – SvalaPaper
06º lugar – 30 pontos – Estónia – Koit Toome & LauraVerona
07º lugar – 30 pontos – Geórgia – Tamara Gachechiladze – Keep The Faith
08º lugar – 29 pontos – Eslovénia – Omar Naber – On My Way
09º lugar – 28 pontos – República Checa – Martina Bárta – My Turn
10º lugar – 21 pontos – Reino Unido – Lucie Jones – Never Give Up On You

Nesta categoria o comportamento dos nove jurados, em termos de pontuações máximas foi o seguinte:
André Miguel Godinho (Finlândia), Carlos Portelo (Finlândia), Gonçalo Coelho (Finlândia), Guilherme Ruivo (Estónia), João Velada (Suíça), Luís Pereira (Finlândia), Maria Fernanda Fonseca (Finlândia), Miguel Meira (Eslovénia) e Vasco da Câmara Pereira (Finlândia).

Fique com a atuação da canção Mais Injustiçada do Festival Eurovisão da Canção 2017.

Lembramos os vencedores dos prémios já revelados:
O Pior Visual – Letónia
O Melhor Visual – Geórgia
A Mais Injustiçada – Finlândia

O júri responsável pela atribuição dos Prémios Festivais da Canção foi composto pelos seguintes elementos que trabalham neste site e são eles: André Miguel Godinho, Carlos Portelo, Gonçalo Coelho, Guilherme Ruivo, João Velada, Luís Pereira, Maria Fernanda Fonseca, Miguel Meira e Vasco da Câmara Pereira.

Cada jurado escolheu as suas dez canções preferidas para cada categoria tendo votado como a pontuação eurovisiva de 1 a 12 pontos. Nos casos em que se verificaram empates, os mesmos foram resolvidos segundo os critérios da Eurovisão, ou seja, pelo número de pontuações máximas que cada canção obteve, nas respetivas categorias.

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s