Salvador Sobral cantou para Fátima Lopes e para os espetadores da TVI

A TVI transmitiu hoje na íntegra, após o Jornal da Uma, a entrevista que Salvador Sobral concedeu a Fátima Lopes. O vencedor do Festival Eurovisão da Canção 2017 foi igual a ele próprio, falou da sua carreira antes e após Amar pelos Dois, falou da sua doença e dos constrangimentos que a mesma lhe causa.

Uma conversa entre duas pessoas que já se conheciam e onde as emoções tiveram o papel principal. Uma excelente entrevista, como seria de esperar, tendo em conta os protagonistas envolvidos.

Salvador Sobral falou dos momentos que está a viver profissionalmente que o tornam feliz, como consequência do Festival da Canção e nomeadamente da grande vitória no Festival da Eurovisão.
A família, a doença e a sua vida profissional foram os grandes enfoques que Fátima Lopes colocou em discussão.

Salvador Sobral faz um balanço muito positivo da sua participação no Festival da Eurovisão, apenas um senão para a popularidade que está a viver e para a qual não está preparado. O cantor gosta que o abordem para o saudar e conversar, só não suporta o pedido para as famosas selfies para serem usadas como que um troféu. Pessoalmente também acho abusivo e excessivo a prática corrente na abordagem das figuras públicas para se tirar uma foto com… e a publicar nas redes sociais. Já tenho assistido a situações que se pedem este tipo de fotos a pessoas que até nem gostam muito, mas porque são famosas a tentação de conquistar mais um troféu para os perfis pessoais fala mais alto… É a necessidade de fama, nem que seja por encosto e Salvador Sobral não quer ser usado como troféu e está no seu direito, ele tem a coragem que muitos outras figuras públicas gostariam de ter e não têm e por isso dizem que faz parte do facto de serem figuras públicas.

A pedido de Fátima Lopes, Salvador Sobral interpretou uma canção, acompanhando-se ao piano e a escolha do cantor recaiu sobre o tema que tanta projeção mediática, popularidade, notoriedade, fama e muito trabalho lhe trouxe, uma canção feita por Luísa Sobral, certamente com muito amor e o resultado foi genial.
Amar pelos Dois ganhou asas, rompeu fronteiras e conquistou não só a Europa, como o mundo, levando os júris e os telespetadores de 41 países a considera-la a canção vencedora do Festival da Eurovisão da Canção, concretizando o sonho dos portugueses que desde 1964 desejavam e mereciam esta vitória. Portugal era o país que há mais tempo participava no Festival da Eurovisão sem ter conquistado nem um Top 5.

Fique com Amar pelos Dois, uma versão ao piano por Salvador Sobral para Fátima Lopes e para os telespetadores da TVI em geral.

Fonte: TVI, Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s