A Nossa Playlist – Semana 63 com Eccos, Tó Leal, Gemini, Viva La Diva e Carlos do Carmo

Fazemos hoje a retrospetiva de mais uma semana da quarta temporada da rubrica A nossa playlist e vamos continuar a recordar os temas que marcaram os vários Festivais da Canção. Cada um dos nossos colaboradores escolheu um tema por dia que foi divulgado no nosso Facebook de 2ª a 5ª feira. Na 6ª feira é a escolha do público que permanece através de uma poll semanal que divulgamos com temas para votação semanalmente também.

Assim, nesta semana o primeiro tema foi seleccionado por André Miguel Godinho, que nos levou até ao Festival da Canção 1989, realizado no Teatro Garcia de Resende, em Évora, donde escolheu o tema Assim  Recordo-me de Ti, interpretado pelo grupo Eccos, composto por Diana Cunha Rego, Maria João Toscano Rico, Maria João Magalhães, Frederico Neto, Bernardo Neto e Frederico Teotónio Pereira. Esta canção tem letra de Francisco Teotónio Pereira e Jan van Dijck, música de Jan van Dijck, orquestração e direcção de orquestra do maestro Ramon Galarza. Classificou-se em 3º lugar com 59 pontos, tendo obtido a pontuação máxima dos jurados de Braga.

André Miguel Godinho justifica assim a sua escolha:
Uma canção com todos os ingredientes para ser uma canção de sucesso nestas lides festivaleiras. Com um pouco de magia e infantilidade que faz também lembrar as típicas canções de Natal. Mas o grande amor que cantava foi ultrapassado por um português conquistador!

Avançamos alguns anos para o Festival da Canção 1996. O tema escolhido por Carlos Portelo foi Eu Mesmo com letra de Francisco Rodrigues, música de Paco Bandeira, orquestração e direcção de orquestra do maestro José Marinho. A interpretação foi de Tó Leal. Classificou-se em 8º lugar com 42 pontos, tendo as pontuações mais elevadas sido dadas pelos júris de Évora (10 pontos), Faro e Lisboa (6 pontos).

A escolha deste tema foi de Carlos Portelo que comenta esta canção:
Esta canção é Portugal, passado e presente, num Festival da Canção com muito bons temas e este era uma aposta muito válida, apesar da subvalorização que foi alvo. Um música algo étnica, uma letra patriótica mas não em exagero e uma interpretação de Tó Leal muito conseguida. Neste Festival da Canção existiram, na minha opinião, oito canções boas e esta é sem dúvida uma delas, merecendo assim estar na nossa playlist.

Na quarta-feira rumámos até ao Teatro Villaret, onde decorreu o Festival da Canção 1978 do qual Guilherme Ruivo decidiu relembrar esta semana o tema O Circo e a Cidade, interpretado pelo grupo Gemini, composto por Fátima Padinha, Tozé Brito, Teresa Miguel e Mike Sergeant. Esta canção tem letra e música de Fernando Guerra e de João Henrique e orquestração de Jorge Machado. Um dos elementos do coro foi Helena Isabel. Classificou-se em 3º lugar com 36 pontos do júri de sala, menos 10 que o 1º lugar, também de um tema interpretado pelo mesmo grupo.

A escolha deste tema foi de Guilherme Ruivo, que refere o seguinte:
Não foi ao acaso que os Gemini foram o grande sucesso que foram em Portugal. Qualquer canção que interpretassem, tornava-se algo espetacular. Esta é a minha favorita.

Na quinta-feira João Velada decidiu regressar ao Festival da Canção 2017 e ao tema Nova Glória, que foi interpretado pelo grupo Viva La Diva, composto por Kika Cardoso, João Paulo Ferreira e Luís Manuel Peças. Esta canção tem letra e música de Nuno Gonçalves e nos coros estavam Patrícia SilveiraPedro Mimoso Francisco Andrade. Foi o último tema a desfilar na grande final deste Festival e classificou-se em 2º lugar com 18 pontos, tendo obtido o 1º lugar no televoto com 12 pontos e apenas o 5º  lugar, com 6 pontos, do júri regional, onde os jurados de Lisboa lhe deram a pontuação máxima.

O nosso colaborador João Velada comenta assim esta sua escolha:
Não dá para dizer que qualquer outra canção do Festival RTP deste ano fosse mais adequada à Eurovisão do que a vencedora depois de termos ganho o certame com aquela que para lá enviámos, mas, ainda assim, importa não deixar cair no esquecimento grandes temas como este. A ópera é, desde logo, um género musical que não cativa muita gente e, por isso, percebe-se que esta não seja uma canção universalmente apreciada, mas tem todos os condimentos para se poder considerar uma grande canção, tanto pela qualidade dos seus intérpretes, como pela sua bela letra e ainda pela sua arrebatadora melodia em crescendo. Os jurados arruinaram as suas hipóteses de vitória, mas, ainda assim, foi bom ver que “Nova Glória” ganhou o televoto.

No último dia da semana revelámos então a escolha do público que tinha votado na nossa sondagem durante esta semana. Assim o tema escolhido foi Cantiga de Maio, interpretado por Carlos do Carmo no Festival da Canção 1976, intitulado Uma Canção Para A Europa. Na nossa sondagem obteve 38% dos votos dos nossos leitores, uma votação renhida face aos outros temas e por isso foi incluída nesta nossa rubrica. A letra é de Joaquim Pessoa, a música de Carlos Mendes e a orquestração de José Luís Simões. Esta canção classificou-se em 4º lugar com 10,13% dos votos do público.

Finalizamos assim a mais uma semana desta quarta temporada da rubrica A Nossa Playlist. Esteja atento porque iremos iniciar amanhã a sondagem para a próxima semana e 2ª feira começamos a divulgar mais temas do nosso Festival da Canção.

Fonte: Festivais da Canção

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s