Que cidade portuguesa irá acolher o Festival da Eurovisão em 2018? – Parte 1

Com a vitória esmagadora de Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2017, com o tema de Luísa Sobral, Amar pelos Dois, numa interpretação de Salvador Sobral, colocaram-se algumas questões e uma delas é: Que cidade irá acolher o evento em 2018?

O que parecia óbvio, continua a sê-lo, mas há quem queira que essa solução tão claramente compreensível o não seja…
Lisboa a candidata natural parece ter concorrência a Norte e também a Sul. Numa primeira reação o Presidente da Câmara do Porto disse que passava… embora a cidade invicta não tenha um espaço com capacidade para acolher o ESC parece que Rui Moreira mudou de opinião e encara que o Porto possa fazer parte da estratégia para que o Festival da Eurovisão se desloque para o Norte de Portugal.
Assim, as cidades que se propuseram a receber o ESC2018, na zona Norte do país, são Espinho, Gondomar, Guimarães e Santa Maria da Feira.

A Sul já se falou de Faro e Portimão, mas parece que esta alternativa se tem desvanecido com o passar do tempo.

Apesar de algum silêncio da Câmara Municipal de Lisboa, tudo indica que seja a capital portuguesa a acolher o Festival da Eurovisão 2018, pelas capacidades hoteleiras e demais infraestruturas, nomeadamente pelo Meo Arena, Sala Tejo e outras zonas também no Parque das Nações que poderão proporcionar as melhores condições e fazer do ESC2018 um dos melhores de sempre.
O silêncio da edilidade da capital poderá fazer parte da estratégia lisboeta. Porém, em declarações ao nosso site no final do mês de junho foi referido  o seguinte:
Informo que aguardamos o desenvolvimento dos contactos oficiais com a RTP para analisarmos o assunto.
Esta foi a única declaração conhecida a um órgão de comunicação social por parte da edilidade da capital portuguesa.

É salutar ver o país motivado para receber o Festival da Eurovisão, em breve se saberá que cidade sucederá a Kiev.

Fique com vídeos das cidades concorrentes.

ESPINHO –  É uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Aveiro, à Região Norte e à Área Metropolitana do Porto, com 9 832 habitantes no seu perímetro urbano (2011).
É sede de um pequeno município urbano, com 21,06 km² de área e 31 786 habitantes (2011), subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Vila Nova de Gaia, a leste por Santa Maria da Feira, a sul por Ovar e a oeste pelo Oceano Atlântico.

FARO É a capital da região do Algarve e do concelho com o mesmo nome, tendo uma população de aproximadamente 60.000 habitantes distribuídos por 210 km2, dos quais 30% são integrados na Reserva Natural da Ria Formosa.

O concelho de Faro é delimitado a sul pela Ria Formosa, um sistema lagunar de 19 km de comprimento, cujas ilhas barreira comunicam com o mar através de seis barras marítimas, das quais cinco são naturais e móveis, e uma é uma barra artificial que foi aberta para permitir o fácil acesso ao porto de Faro. Este sistema lagunar forma três ilhas principais a que se pode chegar por barco, sendo lugares excelentes para desfrutar dias agradáveis ​​em contacto com a natureza, em passeios de barco, de bicicleta ou a pé.

GONDOMAR – É uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Porto, localizado na região Norte e à Área Metropolitana do Porto, com cerca de 30 000 habitantes no seu perímetro urbano (2011).
É sede de um município com 131,86 km² de área e 168 027 habitantes (2011), dividido em 7 freguesias. O município é limitado a sul pelos municípios de Arouca e Santa Maria da Feira, a oeste pelo Porto, a sudoeste por Vila Nova de Gaia, a nordeste por Valongo e Paredes, a sueste por Penafiel e Castelo de Paiva e a noroeste pela Maia.

 

GUIMARÃESÉ uma cidade portuguesa situada no Distrito de Braga, região do Norte e sub-região do Ave (uma das sub-regiões mais industrializadas do país) e ainda à antiga província do Minho, com uma população de 54 097 habitantes, repartidos por uma malha urbana de 23,5 km², em 20 freguesias e com uma densidade populacional de 2223,9 hab./km². É sede de um município com 240,95 km² de área e 158 124 habitantes (2011) (em queda se comparada com a população estimada de 162 592 habitantes em 2009 e aos Censos de 2001), subdividido em 69 freguesias,(agrupadas em 48 novas freguesias com a reorganização administrativa das freguesias, mantendo as anteriores freguesias a “sua identidade histórica, cultural e social, conforme estabelece a o artigo nº4 da Lei n.º 22/2012, de 30 de maio”) sendo que a maioria da população reside na cidade e na sua zona periférica. O município é limitado a norte pelo município de Póvoa de Lanhoso, a leste por Fafe, a sul por Felgueiras, Vizela e Santo Tirso, a oeste por Vila Nova de Famalicão e a noroeste por Braga.

Fonte:  Festivais da Canção, Wikipédia, Ualg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s