Prémios Festivais da Canção – A Personalidade Coletiva de 2018 é a RTP

Anualmente e sempre que se justifique elegemos sempre uma Personalidade Coletiva e uma ou mais Individuais.
Neste artigo vamos Premiar a Personalidade Coletiva de 2018 que só podia ser a RTP e todos os profissionais envolvidos na produção do Festival Eurovisão da Canção, o primeiro a levar a efeito em Portugal.

O nosso reconhecimento pela mudança de postura que a atual direção da RTP teve e tem para com o Festival da Canção e a nossa participação no Festival Eurovisão da Canção e foi com esta nova postura que Portugal venceu o Festival da Eurovisão em 2017, tendo realizado brilhantemente a edição portuguesa do Festival Eurovisão da Canção que decorreu no Altice Arena, em Lisboa.

Lembramos que Portugal era o país que há mais anos participava no Festival Eurovisão da Canção sem nunca ter obtido uma vitória (até 2017), tendo sido, até então, a nossa melhor classificação o 6º lugar de 1996, com Lúcia Moniz e o tema O meu coração não tem cor.
Os portugueses já não acreditavam numa vitória portuguesa no Festival da Eurovisão e quando os irmãos Sobral e a RTP nos proporcionaram esse feito em 2017 foi o concretizar de muitos sonhos, mais que Amar pelos Dois foi amar por um país inteiro.

A RTP conseguiu fazer o melhor Festival Eurovisão da Canção de sempre tendo sido parabenizada pela EBU por este facto.
Na edição lusa do Festival Eurovisão da Canção tudo foi rigorosamente preparado e algumas inovações foram introduzidas com êxito, como a existência de 13 logótipos e não um, como era habitual, para além da quantidade, também imperou a qualidade artística de Nicolau Tudela (funcionário da RTP) e até a habitual Red Carpet foi renovada em Blue Carpet num ambiente único entre o MAAT e o Tejo.

A apresentação foi outro dos pontos altos da edição portuguesa do Festival da Eurovisão com o profissionalismo das quatro apresentadoras e com o modo particular e inovador de Filomena Cautela na green room. Catarina Furtado, Daniela Ruah, Filomena Cautela e Sílvia Alberto conduziram todas as emissões irrepreensivelmente.

Os postcards que divulgaram o país de norte a sul passando pelos Arquipélagos dos Açores e da Madeira foi um grande marco na divulgação turística do nosso país, de Lisboa para o mundo.

A condução das Conferências de Imprensa durante as duas semanas eurovisivas por Pedro Granger e Pedro Penim é outro aspeto marcante, no bom sentido, da edição lusa do Festival Eurovisão da Canção.

A RTP e toda a equipa que esteve envolvida no Festival Eurovisão da Canção 2018 está de parabéns pelo excelente trabalho que realizou que deixou todos os portugueses muito orgulhosos.
Carla Bugalho, Gonçalo Madail, Gonçalo Reis, João Nuno Nogueira, Maria Ferreira, Nicolau Tudela, Nuno Galopim, Paula Macedo e Paulo Resende que com centenas de profissionais conduziram esta edição lusa ao sucesso maior, provando que quando Portugal faz, faz bem.

Por todas as razões evocadas e mesmo as que não mencionámos o Acontecimento do Ano em 2018 foi o Festival Eurovisão da Canção e a RTP a Personalidade Coletiva de 2018.

Recorde a grande final do Festival Eurovisão da Canção 2018.

Fonte: Festivais da Canção

3 pensamentos sobre “Prémios Festivais da Canção – A Personalidade Coletiva de 2018 é a RTP

  1. Pingback: Prémios Festivais da Canção – A Personalidade do Ano 2018 é Diogo Piçarra |

  2. Pingback: 2018 em revista – O melhor e o pior deste ano |

  3. Pingback: Prémios Festivais da Canção – Os vencedores de cada categoria |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.