“Eres tú” eleita a melhor canção espanhola de sempre no ESC

SpainA Espanha já escolheu a sua melhor canção de sempre entre as 59 canções que enviou à Eurovisão. Primeiro e durante seis sessões, uma por cada década em que participou no Festival Eurovisão da Canção desde a sua estreia em 1961, os espanhóis foram convidados pela RTVE a escolher aquela que consideram ser a melhor canção da década. Seleccionadas as seis melhores canções, uma em cada década, chegou a vez de escolherem aquela que consideram ser a melhor de todas.

Eres tú foi a grande favorita do público espanhol e fica na História da RTVE como sendo a melhor canção enviada pela Espanha ao Festival Eurovisão da Canção.
Esta decisão coube aos espanhóis  que votaram nesta pesquisa através das plataformas digitais publicadas pela RTVE.

Eres Tú,  interpretada pelos Mocedades, representou a Espanha em 1973 no Nouveau Théâtre do Luxemburgo é da autoria do Maestro Juan Carlos Calderón. Terminou o concurso em 2º lugar com 125 pontos distanciado apenas de 4 pontos da canção vencedora Tu te reconnaîtras de Anne-Marie David.
Nesta pesquisa organizada pela RTVE obteve 1016 votos dos 3772 recebidos na plataforma.

Esta canção, apesar de não ter vencido a Eurovisão, acaba por ter um sucesso muito superior ao sucesso obtido pela canção vencedora ao longo dos tempos chegando a ter mais de 70 versões em vários idiomas bem como vários destaques nas tabelas de vendas mundiais. Hoje, e após 47 anos da sua participação no Concours de la Chanson de Eurovision 1973, acaba de ser coroada a melhor canção espanhola de sempre a pisar os palcos da Eurovisão.

O segundo lugar coube à canção de Pastora SolerQuédate conmigo que ficou muito próximo da canção vencedora no quadro das votações com 988 pontos, apenas a 18 pontos de diferença da canção vencedora.

O terceiro lugar coube ao tema Europe’s living a celebration, levado por Rosa à Estónia, com 665 pontos. Este foi o tema que fez com que 14,3 milhões de espanhóis voltassem a sonhar com a vitória no ESC. O tema foi composto por Toni Ten e Xasqui Ten e teve a ajuda em palco dos colegas de Rosa na Operación Triunfo: David Bisbal, David Bustamente, Geno, Chenoa e Gisela. Apesar de tudo o sonho desfez-se e Europe’s living a celebration termina o certame em 7º lugar com 81 pontos.

Atrás de Rosa ficou Anabel Conde com o seu grandioso tema Vuelve conmigo. Obteve 485 pontos. 1995 foi outro grandioso ano para a Espanha no ESC ao terminar em 2º lugar com 119 pontos. Vuleve Conmigo foi escrito e composto por José María Purón.

O quinto lugar coube a Yo soy aquel, tema levado por Raphael ao Grand Prix Eurovision de la Chanson Européenne 1966 com 315 pontos. Esta grande balada foi composta por Manuel Alejandro e deu à Espanha o sétimo lugar com 9 pontos.

Finalmente o último lugar nesta pesquisa coube a La fiesta terminó interpretada por Paloma San Basilio com apenas 303 pontos, apesar de este ser um dos melhores temas de todos os tempos levados pela Espanha à Eurovisão. Esta é mais uma das poderosas baladas compostas pelo Grande Maestro Juan Carlos Calderón. Na Suécia, em 1985, terminou em 14º lugar com 36 pontos.

Fonte: RTVE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.